Profissionais de TI tem a maior média salarial do país mas ainda ganhamos mal

salario-aumento-economia-carreira-ti

Os profissionais de TI, na média, são mais privilegiados que os dos demais setores da Economia quando o assunto é salário. Isto é o que diz a pesquisa conduzida pela BRASSCOM (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação):

A associação estudou informações do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e descobriu ainda que o valor médio do salário ficou em R$ 3 mil – a melhor média salarial entre os setores da economia. fonte: OlharDigital

Mas isso não significa que está tudo bem para quem trabalha na área. Embora essa notícia nos dê uma certa injeção de ânimo para que continuemos na batalha, buscando nosso desenvolvimento profissional, dando duro para mantermos atualizados quanto a ferramentas, processos, metodologias, e tudo o mais que é imprescindível para a manutenção de uma carreira de sucesso, é sempre bom lembrar que ainda somos mal remunerados, tomando como referência o custo de vida no país.

É difícil dizer se o salário é justo ou não quanto ao valor individual (em termos financeiros) de cada profissional que trabalha na área, certamente. Mas em se tratando de custo-Brasil, que compreende a bolha imobiliária, inflação sempre na frente dos salários e carga tributária pesada (tanto para empresas quanto para empregados), juros exorbitantes, somente para citar alguns dos principais problemas, não surpreende que ao colocarmos tudo isso no papel, tenhamos cala-frios de pavor ao constatar que somos realmente mal remunerados.

A conta não bate, então tome hora-extra (pra quem tem a “sorte” de não ter que se enquadrar num banco de horas compulsório) para tentar tapar o rombo. Claro, você vai me dizer que se somos mal pagos, o que dizer do restante da população economicamente ativa?

Sim, a situação pode ser pior.  Mas quanto a nós, profissionais de todos os setores da Economia, o ideal seria lutarmos para que esse custo-Brasil diminuisse a longo prazo (participação política nas eleições e principalmente depois que elas acabem!), enquanto que a curto prazo tentamos remediar a situação em busca de um salário maior, o que não deixa de ser bastante estressante.

Tão somente aumentar salários é como tomar um remédio para dor de cabeça enquanto se tem um tumor no cérebro… pode aliviar momentaneamente, mas jamais atacar a causa-raiz do problema. Com o custo de vida que não para de subir, será bem provável que no ano que vem estaremos procurando outro “remédio” para aliviar a dor (trocando de emprego, fazendo greve, etc), dando continuidade ao ciclo maléfico e vicioso.

 Portanto, pense bem no que mais pode fazer para atacar o mal que aflige nosso país: o mal da má gestão administrativa, resultado de uma mistura de incompetência e desonestidade, representada pela banda podre de políticos no poder. Muitos empresários no Brasil não passam de vítimas como nós…

Em 2014, os eleitores votam para presidente da República, governadores de Estado, senadores, deputados federais e deputados estaduais ou distritais (no caso do Distrito Federal). Está aí uma boa oportunidade para começar nossa revolução de longo prazo. Capriche, analise, estude seus candidatos e vote consciente.

Quanto a sua carreira profissional, continue o bom trabalho, buscando se destacar no mercado. Este é certamente seu melhor investimento, seja no lado profissional ou pessoal.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Está na Hora de ser Valorizado e Conquistar o Salário que Você Merece!

Cadastre seu E-mail e Pegue seu Livro Grátis! Promoção por Tempo Limitado...

Fechar esta janela

  • Saiba qual o segredo dos que ganham mais