Software livre: A Microsoft entra na guerra e distribui softwares de graça

Se a Microsoft se preocupa com a concorrência dos softwares livres? está aí mais uma resposta. Em mais uma jogada estratégica, a empresa “despeja” alguns milhões de dólares em produtos no mercado nacional, e de forma inteligente, onde tudo começa: na escola…e nas empresas nascentes também, aliás, todo mundo , incluindo-se os gigantes, já foi pequeno um dia, certo?

Os dois programas, o DreamSpark e o SOL são detalhados a seguir:

A Microsoft lançou um programa de acesso gratuito a softwares para estudantes chamados DreamSpark em parceira com o CIEE.

O pacotão de softwares inclui:

  • Visual Studio Pro (2005 e 2008),
  • Expression Studio 2.0,
  • Expression Web,
  • Expression Blend,
  • Expression Media,
  • Expression Design,
  • SQL Server 2008 Developer Edition,
  • Express Tools,
  • Windows Standard Server 2008 e
  • XNA Game Studio 2.0 e
  • IT Academy Student Pass.

Terão acesso ao programa, estudantes brasileiros, que cursam o nível técnico e superior. O acesso, inicialmente por 1 ano, poderá ser renovado por mesmo prazo.

Como fazer para ter acesso?

o cadastro no CIEE é obrigatório. A Microsoft ainda disponibiliza um portal (exclusivo no Brasil) com acesso a vídeos, gratuito, no site.

Mas, se você se lamenta por ter terminado os estudos e não poder ter acesso ao pacote, porém está iniciando uma empresa (startup), que tem faturamento anual de até 1,2 milhão de reais, menos de três anos de mercado e trabalha com tecnologia, o programa Sol (que não tem nada a ver com a cerveja) pode ser-lhe muito útil. O pacote de serviços vai abranger os softwares, treinamento (online e presencial) e suporte técnico para as chamadas startups (empresas iniciantes) e ainda aconselhamento para a gestão do negócio. As melhores idéias de negócios poderão ainda ser premiadas com exposição de seus planos de negócios a investidores.

O Brasil, segundo prospecções, deve manter um ritmo de crescimento econômico no próximo ano, a despeito da crise global. O despontamento do país como a “bola da vez” em offshore outsourcing deve alavancar mais investimentos desse tipo por aqui.

Seja a Microsoft ou quem for, ações como essa devem ser encaradas como bons presságios para o setor de TI no Brasil, afinal, ninguém joga dinheiro fora sem perspectivas de ganhos, ou joga?

A Microsoft deve lutar com mais ímpeto contra os concorrentes, naquele ponto que é crucial, principalmente em países emergentes como o nosso e que faz a diferença entre uma plataforma de software e outra: “é de graça? é mais barato?”

Bom, se você é um profissional “de uma nota só” por conta do custo dos produtos da Microsoft, tem uma boa oportunidade de expandir seus conhecimentos, que tal? diversificar, na carreira profissional de hoje em dia, é obrigação…

acesse o site do projeto SOL, se você é pequena empresa dentro das regras apresentadas acima

é estudante? então acesse o Microsoft DreamSpark para fazer o download dos softwares diponíveis

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Discussão

  1. Eduardo Nogueira