Offshore Outsourcing:Ruim para os EUA, melhor para o Brasil

Segundo pesquisa recente, os Estados Unidos estão perdendo milhares de empregos na área de TI devido ao offshore outsourcing…mas o que está sendo uma grande dor de cabeça para eles, é uma grande oportunidade para os países emergentes, em especial o Brasil.

O offshore outsourcing não é novidade nos países desenvolvidos, muito menos no setor de Tecnologia desses países. Nos Estados Unidos, a recessão econômica auxilia na aceleração desse processo, já que o objetivo primário do offshore outsourcing é a redução de custos.

Se você ainda não conhece esse conceito, lá vai uma tradução livre da definição no wikipédia:

Outsourcing = quando a empresa migra seus processos de negócios para uma outra empresa no mesmo país;
Offshore = quando a empresa migra seus processos de negócios para outro pais;
Offshore outsourcing  = quando a empresa migra seus processos de negócios para uma outra empresa em outro pais

Segundo pesquisas de especialistas de universidades de New York e Pennsylvania, 8% dos profissionais de TI norte-americanos foram remanejados devido ao offshore outsourcing. Desses, 70% foram demitidos.  O estudo ainda ressalta que a área de TI, apesar de encabeçar a lista quanto ao offshore outsourcing é apenas uma das que sofrerão as consequências desse processo. Pelo menos é o que mostram os números:

  • 15% de todas as industrias;
  • 40% da empresas de TI e Telecom

Outro ponto importante da pesquisa a se considerar:

  • 30% dos que responderam à pesquisa estão terceirizando desenvolvimento e programação de software;
  • 15,5% reportaram offshore de analistas de sistemas, que requerem maior interação interpessoal nos negócios

(Obs: mais detalhes da pesquisa, em inglês, acesse a ComputerWorld)

A constatação não poderia ser outra: o offshore outsourcing afeta muito mais rapidamente os profissionais cujas atividades não exijam habilidades interpessoais e de negócios.

Uma notícia boa para nós, brasileiros, porque:

…com o crescimento do offshore outsourcing nos Estados Unidos e o reconhecimento do Brasil como um país com recursos suficientes para assumir parte dessa mão de obra (seguindo o caminho da Índia e Rússia), você, caso seja um técnico especialista, pode ter muito mais ofertas de emprego e como consequência um melhor salário.

Agora o alerta: Só não se pode deitar em berço esplêndido, acreditando que tudo continuará a mil maravilhas. Você pode estar ganhando muito dinheiro como técnico especialista, é verdade,  mas deve ficar atento aos ventos soprando pelos lados da América do Norte e Europa. O processo de maturidade do mercado nacional seguirá na mesma passada dos mercados mais desenvolvidos daqui a alguns anos (hoje ocorre porém de forma pouco perceptível), e então você pode se ver ameaçado em seu emprego, e reclamando de que imigrantes ganhando metade ou menos do que você estão “tomando” seu emprego, como é a realidade nos países desenvolvidos.

Está aí uma dica importante: salário não é tudo quando o assunto é nova oportunidade de trabalho, avalie também a oportunidade de desenvolvimento de habilidades que elevem sua carreira a um nível superior…o que pode não ter preço!

Você concorda com essa opinião? comente!

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Discussão