MBA para profissionais de TI: boa opção para expandir as idéias em 2013

Que tal abrir um pouco mais sua mente, clarear suas idéias? Este é sem dúvida um dos benefícios mais valiosos advindos de um curso de MBA. Pude perceber isso na minha experiência enquanto cursava Gestão de Projetos na FIAP em São Paulo, a troca de experiência com professores e colegas com os mais variados níveis de vivência profissional, temáticas de gestão de pessoas, finanças, administração do tempo, etc…

Muita coisa voltada para processoes e negócios que nós, pessoal de TI que adora ficar desvendando novas funções e criar soluções de sistemas, não é muito acostumado a viver no dia-a-dia, salvo uma reunião aqui e outra acolá com a diretoria.

Realmente é uma experiência bastante enriquecedora, e que recomendo bastante, independente de sua aspiração de carreira na área de TI para o futuro, se partirá para gestão e liderança, consultoria especializada…

O site CIO publicou 8 benefícios importantes para que você considere também como opção um curso de MBA no próximo ano, se ainda não o fez.

Veja a lista abaixo:

1 – Ter mais credibilidade
Ter um MBA demonstra seu comprometimento com o negócio porque você está investindo tempo e energia para subir na carreira. Isto mostra que você valoriza a perspectiva do negócio e reconhece que a tecnologia é um complemento, um suporte, uma garantia de que as atividades serão entregues a tempo para não interromper todo o processo. Você sabe que TI não é um fim e sim um meio. Um MBA sugere ainda que você tem um nível de conhecimento de gerência, o que lhe dá habilidade e confiança para falar de igual para igual com os demais executivos. TI diz respeito a todas as áreas do negócio e a gerência de TI está diretamente envolvida com os processos. Assim, um MBA dá credibilidade ao líder de TI para discutir soluções com os colegas de outras áreas.

2 – Pensar como um homem de negócio
Como tecnólogos, líderes de TI estão acostumados a pensar de maneira linear e lógica: isto é isto, e se acontecer aquilo, o resultado é esse. Este pensamento é essencial para desenhar softwares, encarar os problemas técnicos do dia-a-dia e gerenciar projetos. Já as pessoas de negócio tendem a pensar em termos estratégicos e de valor e nas reações humanas (seja com clientes ou investidores). A perspectiva de negócio, pela sua própria natureza, tende a lidar mais com estimativas, tentativas e erros.

A habilidade de pensar como uma pessoa de negócios é fundamental para gerentes de tecnologia, especialmente os que desejam um posicionamento estratégico na companhia. Eles precisam saber como planejar, desenhar e construir uma arquitetura da informação capaz de suportar o negócio e se adaptar às constantes mudanças. Sem ter uma cabeça de negócios, o CIO corre o risco de criar um departamento rígido, lento e restrito para suportar as necessidades da empresa. Um curso ensina a olhar os problemas e as oportunidades holisticamente. Isto demanda análise de risco e de custo-benefício, e ainda planos de contenção a serem aplicados diante dos problemas, seja em TI ou fora dela. A maneira de pensar o negócio acaba se tornando um hábito porque você usa estas táticas repetidamente num processo rigorosamente acadêmico, e você vê como eles são aplicáveis a uma variedade de situações.

3 – Entrar em um círculo restrito
Muitos CIOs estão convencidos de que não têm um lugar à mesa da diretoria. Isto acontece porque TI é, geralmente, colocada no plano técnico e não estratégico e porque os líderes de negócios não estão preparados para falar sobre as soluções tecnicamente. Com MBA e sendo um dos homens de negócio, o executivo de TI passa a ter mais a oferecer do que apenas conhecimento tecnológico. Além disso, os seus colegas passam a reconhecer este valor e a te perguntar, informalmente, sua opinião sobre os problemas. Enfim, o CIO passa a integrar um grupo além de TI.

4 – Comunicar-se melhor
Profissionais de TI usam uma porção de jargões quando falam entre si: RFID, WEP, access points, ACLs, object code e DLLs. Cada área do negócio, seja vendas, marketing, contabilidade, auditoria, gerenciamento de risco ou recursos humanos, também têm seus jargões, que comumente simplificam ideias complexas ou procedimentos. No MBA, o executivo aprende as diversas linguagens que fazem parte do negócio.

5 – Estar preparado para resolver problemas
Apesar de ser o líder da TI, o CIO não responde exclusivamente pelos aspectos técnicos do departamento. Sua atribuições incluem avaliar projetos pelo prisma comercial e viabilidade econômico financeira.

À frente do departamento de TI da Matson Navigation, o CIO Peter Weis admite que a formação tradicional dos CIOs não prevê foco em aspectos financeiros. “Tem pouco a ver com o jeito dos CFOs e dos CEOs pensarem”, diz.

Ao relacionar as vantagens de um MBA, Weis afirma que as aulas o conectaram com a realidade financeira, de marketing e operacional. “Agora consigo enxergar determinadas questões a partir da perspectiva de meus parceiros”, diz. Para o executivo, tal aperfeiçoamento também foi útil na hora de gerir grandes contas e projetos concorrentes e na hora de negociar com fornecedores de TI.

6 – Aprender a ler e interpretar balanços
O currículo do MBA ensina a interpretar balanços financeiros, planos de marketing, análises de mercado, relatórios de auditoria e planos de desenvolvimento do negócio. Saber como ler um balanço financeiro é importante quando, por exemplo, você está avaliando a saúde financeira de um vendedor. Saber como interpretar planos de marketing e análises de mercado ajuda a identificar forças na hora em que elas são solicitadas. Também é útil para ajudar a compreender o desenvolvimento das operações do seu próprio departamento. Quanto melhor o seu entendimento sobre os movimentos da empresa, melhor o posicionamento de TI. Estar à frente, na linha de frente das mudanças, é mais divertido e confere mais valor ao setor.

7 – Aprofundar conhecimentos técnicos
Durante o MBA, o executivo tem a oportunidade de pesquisar vários documentos, e de encarar cada atividade como uma oportunidade de explorar seus conhecimentos. O simples ato de pesquisar sobre diversos temas aumenta o conhecimento sobre cada um deles.

8 – Aprender a gerenciar processos
O MBA me dá as ferramentas, técnicas e teóricas, para encarar a TI como um negócio, pensando em risco de gerenciamento, planos de performance, metodologias de gerenciamento de projetos,mapas de processos e planos de marketing.

Dentre os benefícios citados, apesar de considerar todos importantes para a carreira profissional de quem trabalha com Tecnologia da Informação, gostaria de destacar dois dos quais considero os mais básicos e imediatos:

Pensar como um homem de negócio: Tem que entender a cadeia de produtos, o mercado da empresa, seu público alvo…para assim poder ter melhores idéias na criação de soluções de TI mais eficazes e lucrativas. É o tal do perfil empreendedor corporativo, muito falado nestes tempos. Tem que pensar fora da baia, e essa qualidade é algo muito raro nos profissionais de TI em geral.

Comunicar-se melhor: Sim, para o profissional de TI que vive afundado em sistemas, scripts, códigos, o fato de se comunicar de forma clara e simples  (traduzindo o tecniquês) com pessoas de outros departamentos e níveis hierárquicos é um desafio a parte, que acaba sendo um dos grandes entraves no seu caminho profissional.

Claro, antes de fazer um MBA, tem que analisar que tipo de MBA, em qual escola, se presencial ou não… muita coisa para ser discutida num espaço tão curso como este. Mas deixo como dica para início de sua pesquisa de que um curso de  MBA:

Tem que ter experiência (fuga de primeiras turmas, cobaias),  corpo docente altamente especializado com destaque em pesquisas e pessoal de mercado, boa infraestrutura física, além de uma boa reputação no meio de TI (ou seja, sair fazendo enquete entre colegas, pedir opinião de chefes, parceiros de negócios, etc).

E então, pensa em encarar um desafio como este no próximo ano?

Os 8 pontos em questão foram publicados no site do CIO.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

3 Comentários

  1. Charles
  2. Vinicius
  3. Charles

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *