Você Realmente tem o Perfil daquela Vaga? Você Pode Estar Enganado – Veja Como Descobrir Isso

Às vezes, batemos o olho no título de uma vaga de emprego e pensamos rapidamente: “puxa, uma vaga no meu perfil!” e saímos correndo para enviar o currículo. Em 2 minutos, currículo enviado! Só esfregar as mãos e esperar, certo? Calma lá, não é bem assim…

O que acaba acontecendo em seguida é que muitas vezes o candidato não recebe resposta alguma de sua candidatura, e o motivo pode estar no fato de o seu currículo não estar apenas fora do perfil, mas a anos-luz dele.

Não confie, portanto, apenas no título da vaga, vá com calma. Siga os passos abaixo para não cair naquele erro clássico:

Tente identificar no descritivo da vaga o que é exigido, desejável ou apenas interessante conhecer antes de enviar o currículo. Isto vai lhe dar uma boa ideia de quanto seu perfil bate com os requisitos da vaga, fazendo de você um candidato ideal, e não apenas mais um:

Exigido: não tem escapatória, ou você tem aquela habilidade/experiência ou não tem, e se não tem, não deve aplicar para a vaga, pois se é exigido, é porque não é possível realizar o trabalho de forma satisfatória sem aquelas exigências.

Clique abaixo para aprender como Fazer Seu Currículo: CheckList Grátis com 60 Ajustes Rápidos no CV

Desejável: Este, embora apenas desejável, costuma ser importante para a vaga. Porém, não significa que se você não tenha, não possa enviar seu currículo. Pode ser que outras características no seu perfil atraiam o recrutador e ele releve a falta daquela habilidade ou experiência específica, então não deixe de enviar o currículo por isso. Por outro lado, obviamente que o candidato que atenda aos requisitos exigidos e desejáveis estará um pouco a frente na disputa pela vaga.

Interessante conhecer: Esse será um diferencial se você tiver no seu perfil desde que você atenda os ítens anteriores, pois se trata de habilidades e conhecimentos que não são essenciais no seu dia-a-dia mas que podem vir a ser importantes futuramente. Não tem o mesmo peso dos dois ítens anteriores, mas não deve ser ignorado, portanto destaque-os se você tiver. E se não tiver, claro, ainda assim envie seu currículo.

Nem sempre os recrutadores listam os requisitos da forma como mostrei, mas podem listar por ordem de prioridade ou de outra forma que eles acharem melhor, ainda que sem organização alguma. Enfim, isto não é uma regra, mas algo que é praticado por muitos recrutadores no Brasil e no Exterior e que na minha opinião facilita e muito no entendimento da vaga.

Outros recrutadores podem detalhar os requisitos por anos de experiência, o que dá uma ideia da importância em relação aos demais na lista.

Independente da forma de organização do recrutador, o ponto aqui é poder entender quais são as prioridades para a vaga antes de se candidatar, para você não perder o seu tempo e nem o recrutador, o dele.

Caso não consiga identificar claramente isso apenas lendo a descrição da vaga, talvez você tenha como falar com o recrutador ou com quem a publicou, seja através de e-mail ou telefone para tirar dúvidas sobre o perfil pedido, aí é melhor ainda.

Você vai perder um tempinho a mais, mas suas chances de receber um retorno positivo para uma entrevista depois de enviar um currículo mais assertivo vão subir consideravelmente.

E mais, não envie currículo a torto e a direito, isto é, sem análise, para evitar ser classificado como SPAMMER. Além de perder o seu tempo e o da empresa, você corre o risco de ter seus próximos e-mails e candidaturas ignorados, fechando portas, e você não vai querer que isso aconteça.

Já ouvi de recrutadores que começaram a ignorar todas as candidaturas de algumas pessoas porque elas sempre estavam enviando o currículo sem critério algum.

Por que iriam acreditar que desta vez seria diferente? Pode até ser que desta vez, você está mandando o currículo tomando o devido cuidado de verificar que a vaga bate com seu perfil em pelo menos na maioria dos requisitos, mas até aí você já queimou sua imagem com o recrutador por causa dos emails anteriores, e ele não vai correr o risco, preferindo ignorá-lo, mais uma vez.

Portanto, não corra esse risco, não vale a pena.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails