Quando o email começa a fazer mal para a sua saúde

Com que frequência você checa seu email? A BBC divulgou recentemente um estudo feito por especialistas  britânicos que sinalizam possível relação  do nível de estresse com a frequência com que as pessoas checam seus emails. Dentro desse estudo, classificaram os pesquisados em 3 categorias:

  • relaxados:checam seus emails quando bem entendem, não cedendo a nenhum tipo de pressão
  • orientados: sempre respondem às mensagens imediatamente, e esperam que outros façam o mesmo em relação às suas.
  • estressados: se sentem pressionados a responderem a todos os emails

Um fato importante a se destacar é a relação com o nível de auto-estima entre os pesquisados, apresentando os classificados como relaxados com melhor auto-estima e os estressados com o pior nível.

Esta não parece a solução ideal...

A perda de concentração também preocupou bastante os pesquisadores: as pessoas demoram, em média, 1 minuto e 4 segundos para lembrar o que estavam fazendo, após checarem seus emails.

No local de trabalho é imperativo estar atento aos emails, respondê-los dentro de um prazo aceitável…aliás somos cobrados como que tivéssemos cometido um crime: “Te enviei o email faz 30 minutos e você não leu ainda???” perguntam com tom inquisidor…

A pressão acaba sendo tanta no dia-a-dia no trabalho que acabamos por levar esse comportamento à nossa vida pessoal, no caso, nosso email particular…e nos tornamos escravo dele, enfim da tecnologia como um todo.

 

Seria um boa solução estabelecermos horários pré-definidos para checagem diária de email? O que você acha?

Não é a tecnologia que nos estressa mas nós que nos estressamos com ela deliberadamente

A propósito,  a quantas anda sua auto-estima? faça um teste gratuito no blog da Micheli Cordeiro!

Acesse detalhes da pesquisa no BBC Brasil.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails