Você está trabalhando cada vez mais e ainda não percebeu isso?

 

WorkaholicOffice

Conectividade a qualquer hora e em qualquer lugar. Com certeza o avanço tecnológico facilita a vida de muita gente, deu outra mobilidade e dinamismo aos negócios das empresas e trouxe um certo conforto para muitos que hoje tem o privilégio de até poder trabalhar em casa. Senão o tempo todo, mas a maior parte desse tempo.

Todo esse avanço levou a uma conclusão que parece óbvia, principalmente para quem trabalha com tecnologia: Uma pesquisa com mais de 600 trabalhadores mostrou que muitos estão se tornando workaholics, devido à facilidade de receber e enviar mensagens, mesmo quando estão em casa.

A carga horária de trabalho semanal estaria sendo estendida para 55 horas no total, segundo dados da pesquisa, que foi divulgada pelo Terra.

Não se trata de ser inflexível a ponto de sair da empresa e imediatamente desligar o celular. Há exceções e isso devemos entender e agir com profissionalismo e compreensão. O problema é quando a exceção vira regra, o chefe não se importa de passar as pendências fora de horário porque é cômodo para ele, e ademais você nem ganha hora extra, o que facilita um pouco mais as coisas para o lado da empresa.

Claro que a crise, a redução de equipes e pressão por maiores resultados deram um empurrão nesse exagero de que o profissional deve estar a disposição a qualquer hora do dia, ou até da noite. E aí a gente acaba ficando um pouco sem jeito para não atender ao celular ou mesmo responder ao email.

Temos ainda aquele velho conceito de que a quantidade de trabalho determina de forma proporcional nosso nível de competência. Bem, se você trabalha numa linha de produção, até que posso concordar com isso, mas o trabalho intelectual que em geral o profissional de TI executa não justifica tantos acionamentos fora do expediente. Alguma coisa está errada.

Reforce a linha que separa casa de trabalho, o privado do público e corporativo

Talvez uma dica para quem virou vítima dos abusos de superiores, que invadem sua privacidade e desrespeitam seu momento de descanso, seria não atender às solicitações e quando questionado o porque de ter agido assim, informar que estava resolvendo alguns problemas particulares e que isso o impediu de fazê-lo naquele momento.

Depois de algumas tentativas e insistências frustradas de seus superiores tentarem forçar novas invasões, é provável que naturalmente a situação se ajuste e as demandas no trabalho sejam passadas dentro do expediente de trabalho.

Limites são bons e sua saúde (física e mental) agradece!

Imagino que no futuro possamos ter, assim como o controle de nossas contas bancárias em tempo real, um maior controle de nossa saúde e acompanhamento da redução da expectativa individual de vida em virtude do estresse prolongado a que nos submetemos e outros exageros que poderíamos evitar com um pouco de disciplina. Já pensou nisso?

Talvez assim valorizemos nossa saúde da mesma forma como nos preocupamos hoje com os índices da bolsa de valores e taxas de cheque especial. quem sabe?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Nenhuma resposta

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *