Trabalhe a partir de casa com produtividade e conforto: veja dicas

Uma das grandes vantagens da área de TI, onde atuamos, é a possibilidade de diversificarmos nossos rendimentos pegando uns trabalhos “por fora”, o tão famoso PF. Podemos aprender muitas tecnologias por aí, nos especializar e prestar serviços a partir de casa mesmo para qualquer lugar do Brasil, ou mesmo do mundo.

Porém, para que isso funcione, é preciso se ter um espaço apropriado onde se possa trabalhar de forma concentrada, produtiva, de forma que valha a pena o esforço empreendido. Para a adequação desse espaço, seu home-office, faz-se necessário alguns cuidados para que sua produtividade não seja afetada.

Para você ter uma idéia do crescimento dessa modalidade de trabalho, mesmo no Brasil, segundo estimativa da Sociedade Brasileira de Teletrabalho, o número de profissionais atuando em home offices cresce a uma média de 10% ao ano, segundo informa a INFO.  Uma taxa nada mal para um país com infraestrutura bastante precária como o nosso se comparado à outras grandes nações emergentes.

Reproduzo aqui as dicas publicadas pela INFO quanto a otimização do home-office visando ganhos de produtividade, conforto a ainda até evitar algumas confusões com os familiares, tão comum para alguém acostumado a esse tipo de trabalho:

1 – Negócios à parte
Conscientize sua família de que não está disponível durante o expediente. A estratégia de Moacyr Queirolo Filho, gerente de relacionamento comercial da Research In Motion (RIM), fabricante do Blackberry, foi usar um boné da empresa para indicar que estava trabalhando. “Quando tirava o boné, meus filhos sabiam que era hora de parar e pulavam em mim.”

2 – Delimite seu espaço
“Se a pessoa não tem um espaço para fazer o escritório, orientamos que delimite um lugar, longe de distrações, e avise à família que aquele é seu canto de trabalho”, diz Fabio Filho, gerente de desenvolvimento de negócios para a América Latina da Canonical, distribuidora do sistema operacional Ubuntu, com mais de 80% do pessoal trabalhando em casa.

“Quem trabalha com tecnologia pode receber até 1 000 e-mails por dia. O que eu faço é marcar as mensagens com cores diferentes (particulares, colegas, diretorias nacional e internacional). Assim fica fácil de priorizar a leitura”, diz Fabio Filho, que afirma ser necessário ter um “espírito empreendedor” para conseguir trabalhar remotamente.

4 – Tecnologia é essencial
Indispensável é ter um serviço de internet de banda larga e uma rede de telefonia eficiente. Internet e e-mail mantêm em sintonia uma equipe que não divide o mesmo espaço. Impressora, scanner, celular, smartphone e até mesmo uma linha de telefone fixo exclusiva podem ajudar a separar a vida pessoal da profissional.

5 – Livre do estresse
Já que você não terá de se deslocar até o escritório, aproveite o tempo extra para fazer exercícios, ler jornal ou conversar com a família. “O profissional pode, às vezes, ‘mover’ seu escritório para o restaurante de um shopping para arejar a cabeça, ou dar umas ‘férias’ para as pessoas da casa”, diz Moacyr, gerente da Research In Motion.

6 – Crie uma rotina
A flexibilidade de horário é uma faca de dois gumes, diz Moacyr Queirolo Filho. “A vantagem é conciliar sua atividade profissional com a vida pessoal. A grande desvantagem é começar a trabalhar às 7h e ir até as 22h, sem fazer pausas nem para as refeições.” A solução é estipular uma rotina diária, com horário para começar e encerrar o expediente.

E você, já experimentou fazer alguns projetos “por fora”, de casa?  Como tem administrado questões como essa? Tem que se pesar bem os benefícios financeiros contra os problemas enfrentados para o saldo não ser negativo, até porque dinheiro ajuda, mas está longe de ser tudo de que precisamos para viver.

Essas dicas foram publicadas pela INFO.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook Grátis: O Segredo para conseguir os melhores empregos

Atenção: Edição por tempo limitado!