Software grátis para fazer seu Plano de Negócios

Ter um empresa  (e de sucesso) é sonho de muita gente. Porém isso está longe de ser um sonho fácil de ser realizado. Exige um comprometimento fora do comum com seu sonho, muitas vezes abrindo mão de ganhos por anos, conseguindo o mínimo para necessidades básicas…embora em alguns casos , diga-se  exceções, alguém consiga uma ascenção meteórica. O que se deve ter em mente é que uma boa idéia é apenas o começo, que aliás se provará sendo boa ou não ao passar pelo crivo do Plano de Negócios.

O Plano de negócios é (deveria ser ao menos) a base de toda empresa nascente. Mas o próprio plano de negócios exige bastante trabalho, e sendo bem feito, é a prova de fogo que vai definir a vialibilidade, o sucesso de uma idéia…ou seu fracasso, seu aborto prematuro. Nesta última hipótese, a tristeza do fracasso da bela idéia inicial é coberta pela bela quantia  ($$) que você perderia havendo arriscado pela emoção. Mas afinal…

…O que é um plano de negócios?

O Sebrae define um plano de negócios como:

…um documento que reúne informações sobre as características, condições e necessidades do futuro empreendimento, com o objetivo de analisar sua potencialidade e viabilidade, facilitando sua implantação.

O Plano de negócios faz você “descer das nuvens” e analisar com frieza e clareza sua idéia de negócio. O Sebrae disponibilizou um ferramenta gratuita que lhe guiará na construção de seu plano de negócios, denominada SPPlan. Para fazer o download (aqui), é necessário se cadastrar com um CNPJ válido e aceitar os termos do contrato de licença. Quanto ao CNPJ, na minha opinião, acho um exagero sua exigência, afinal não seria mais sensato fazer o plano de negócios antes da abertura da  própria empresa, esta que já dá um trabalhão além do custo de algumas taxas, e então definir se é viável abri-la? Enfim, caso você não tenha um e não queira arriscar, pode cadastrar-se pelo CNPJ de algum amigo.

O Plano de Negócio é estruturado em oito seções no software  SPPlan. Apesar de parecer um plano complexo, o sofware auxilia no árduo trabalho através de uma interface intuitiva e amigável, e o que considero a melhor parte: um software construido levando-se em conta o Brasil como cenário e as necessidades peculiares de suas micro e pequenas empresas. Veja detalhe das seções abaixo:

  • Sumário Executivo: É a primeira parte que será lida por um eventual investidor. Deve conter os pontos principais e mais interessantes do Plano. Não costuma ter mais de uma página.
  • Descrição da Empresa: Contém um sumário da empresa, seu modelo de negócio, a natureza, sua história, estrutura legal, localização, objetivos, estratégias e missão. De uma a duas páginas.
  • Produtos e Serviços: Descrição dos produtos e serviços da empresa, suas características, forma de uso, especificações, estágio de evolução. Máximo de duas páginas.
  • Estrutura Organizacional: Como a empresa está organizada internamente, número de funcionários, principais posições, perfil do profissional. Máximo de duas páginas.
  • Plano de Marketing: Aqui será descrito o setor, o mercado, as tendências, a forma de comercialização, distribuição e divulgação dos produtos, preços, concorrentes e vantagens competitivas. De cinco a seis páginas.
  • Plano Operacional: Descrição do fluxo operacional, cadeia de suprimentos, controle de qualidade, serviços associados, capacidade produtiva, logística e sistemas de gestão. De três a quatro páginas.
  • Estrutura de Capitalização: Como a empresa está capitalizada. Quem faz parte da sociedade, necessidades de capital de terceiro, forma de remuneração e estratégias de saída. De duas a três páginas.
  • Plano Financeiro: Como a empresa se comportará ao longo do tempo do ponto de vista financeiro, descrições e cenários, pressupostos críticos, situação histórica, fluxo de caixa, análise do investimento, demonstrativo de resultados, projeções de balanços e outros indicadores. De cinco a seis páginas.

Ter um bom plano de negócios é o ponto de partida para se conseguir financiamento por bancos, investidores de start-ups, etc. Num artigo recente falei aqui sobre o empreendedorismo na área de TI e suas vantagens. Se você já tem uma boa idéia, algum capital, que tal começar a treinar?

Correção: Não é obrigatório o CNPJ, conforme constatado pelo Carlos, um de nossos leitores,..obrigado, Carlos!

E você, tem sonho de ter seu próprio negócio? aproveite e responda à nossa enquete abaixo:

[poll id=”3″]

Alguma opinião diferente? fique À vontade e comente!

(Divulgação do software com créditos para a PcWorld)

 

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

16 Comentários

  1. Carlos Firmo
  2. Aline
  3. Vinicius
  4. Moises Ebo
  5. Vinicius
  6. Wilbert
  7. Lucas
  8. Liliane Silva
  9. André Ruas de Aguiar
  10. thiago
  11. bruno
  12. Mari
  13. peterson
  14. peterson
  15. Marcio
  16. Marcio

Responder

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Está na Hora de ser Valorizado e Conquistar o Salário que Você Merece!

Cadastre seu E-mail e Pegue seu Livro Grátis! Promoção por Tempo Limitado...

Fechar esta janela

  • Saiba qual o segredo dos que ganham mais