Redes sociais: cuidado com o que posta pois sua empresa está tão conectada quanto você

Pense antes de postar algo online:

“Estou mostrando um lado ruim de mim?”
“Alguém poderia interpretar mal o que estou dizendo?”
“Estou postando algo com ódio?”
“Alguém poderia se sentir desrespeitado?”
“Estou revelando demais coisas a meu respeito?”
“Quem poderia ler isto?”

Redes sociais e trabalho cada vez mais se misturam. O meio corporativo até que tentou resistir a maior revolução da era da internet (a das redes sociais), mas perderam a batalha rapidinho graças a outro grande aliado, a tecnologia móvel, que tem dado liberdade aos usuários e ao mesmo tempo, tornado  irrelevante o controle centralizado da internet dentro das corporações.

Afinal, hoje em dia, ter um celular com internet está longe de ser um luxo, privilégio de poucos, como era há poucos anos. O que tem se transformado  num terror para os gestores nas empresas.

Por outro lado, apesar da liberdade de utilização das redes sociais através da própria rede corporativa de algumas empresas  (ou melhor, a maioria delas: 97% das empresas em todo o mundo), já conformadas e decididas a aprender como explorar esse mundo de modo a incrementar seus negócios, ou mesmo apenas de seu dispositivo móvel, é preciso ficar atento com o que se publica, em especial com relação a sua própria empresa.

E, diga-se de passagem, com a informalidade dessas redes, digamos que esta tarefa não é nada simples.

Entre uma emoção, um impulso, um descuido, algo escapa e lá vai, na velocidade da luz, a mensagem compartilhada entre sua “pequena” rede de amigos. E, como desgraça pouca é bobagem, mensagens negativas espalham mais rápido, algo não explicável pela Tecnologia.

E, claro, junto com a imprudência, você pode perder seu emprego. Aliás, existe até uma ferramenta que ajuda as empresas , denunciando os comentários negativos de seus empregados a seu respeito. Trata-se do fire.me. Veja mais detalhes abaixo:

Com o objetivo de observar o comportamento das pessoas na internet – em especial no Twitter -, os pesquisadores brasileiros Bernardo Nunes Pereira e Ricardo Kawase, da Universidade de Hanôver, na  Alemanha, desenvolveram o site FireMe! (fireme.me) em que é possível ver todas as pessoas que estão falando sobre o local onde trabalham, inclusive o que dizem sobre seus chefes.

“A gente escolheu as pessoas que falam sobre o trabalho na internet para verificar se elas estariam conscientes de que podem ser achadas através daqueles comentários”, explica Bernardo Nunes Pereira.

Depois de criar o site, os pesquisadores escreveram um artigo e apresentaram na conferência Web Science, há cerca de um mês. Com a repercussão, o site ganhou também as versões em espanhol e português. Portanto, cuidado! Se você andou usando o Twitter para falar mal do seu emprego, provavelmente seu comentário está no site fireme.me.

É bom saber dosar nossos comentários sobre nosso emprego, colegas de trabalho, nas redes sociais, sob pena de termos uma terrível surpresa. E pode ser que a empresa, ao demití-lo, nem lhe diga porque o fez, dando a genérica desculpa de redução de custos, até para se preservar de processos judiciais.

Mesmo nós, profissionais de TI, cientes que somos do poder da Tecnologia e da falsa privacidade que temos na internet, muitas vezes escorregamos nesse ponto.

Portanto, não dê mole para o azar. Proteja-se. Use e abuse das redes sociais, podem agregar sim muito na sua vida profissional, no seu networking, abrindo-lhe portas antes inimagináveis.

Porém, o contrário também é verdadeiro: mensagem mal postadas podem arrasar com sua carreira profissional, tão rapidamente quanto você pode imaginar…

O destaque acima é do site do UOL.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Nenhuma resposta

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *