Perfil de Carreira de TI: Desenvolvedor de sistemas

Quando se fala na função de programador, muito se discute com relação às suas habilidades ou dons (ou ambos?), se são simplesmente dons desses profissionais, ou se podem ser considerados como habilidades aprendidas e aperfeiçoadas através da repetição. O fato é que, nos cursos voltados a área de computação, frequentemente ouve-se alguém dizer: “eu odeio programar”, “não me dou bem com isso”, e assim por diante…e por fim concluem: “já sei, é que odeio matemática,lógica, etc”.

Para se criar programas, deve-se ao menos não odiar matemática e lógica, porém para se destacar nesse mercado é imprescindível gostar dessas disciplinas, que constituem a base das plataformas de desenvolvimento, para que possa se dedicar a seu aprendizado de maneira eficiente. Caso identifique que realmente não gosta dessas disciplinas s ponto de não desprender tempo no seu aprendizado, repense qual a sua motivação antes de escolher essa área.Posto isto, podemos então citar, dentre outras, as qualidades que considero mais importantes para que você possa ser bem sucedido na profissão.

Capacidade de abstração e concentração

  • Constitui-se na capacidade de extrair os dados relevantes do problema e representá-los na linguagem da solução. A concentração está diretamente relacionada ao poder de abstração. Raciocínio lógico Não basta “apenas” criar um programa que execute o solicitado. O programa deve ser rápido, seguro, etc. A lógica é essencial para atingir esses objetivos.

Inglês técnico avançado

  • A documentação é em sua maioria em inglês. Os melhores fóruns, recursos externos de suporte, você vai encontrar em inglês. Estima-se que mais de 80% das páginas web têm seu conteúdo em inglês. Isso se traduz em aumento da produtividade e otimização dos recursos para a organização.

Capacidade de trabalhar em equipe

  • Acabou o tempo em que o programador abaixava a cabeça e começava simplesmente a programar, programar….aqueles nerds não são mais queridos no mercado. Praticamente todo o sistema que se preze em termos de qualidade e competitividade no mercado hoje, tem uma equipe em constante interação no seu desenvolvimento. Ninguém mais trabalha sozinhoAbsorção (e rápida!) de novas tecnologias/metodologias.

Trabalho sobre pressão

  • A demanda de novos programas ainda é grande e as equipes em geral são muito enxutas. Daí a pressão recai quase que toda sobre o programador, que deve “se virar” para terminar o sistema. Muitas vezes o cliente somente começa a pagar apenas quanto o programa está efetivamente em produção.

Conhecimento do Negócio

  • Não adianta o programador ser um profundo conhecedor da linguagem de desenvolvimento e se esquecer de se especializar no negócio da empresa. Hoje em dia essa capacidade é muito valorizada nas empresas e o que faz com que o profissional não seja simplesmente substituído por outro a custo menor. O conhecimento do negócio é o grande diferencial desse profissional, e é fundamental para que se converta seu conhecimento em resultado.

Certificação em TI para Programadores

Sun – JAVA

Microsoft – Visual Studio.NET

Borland – Delphi

Por enquanto é isso aí, pessoal!

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

3 Comentários

  1. Rayssa
  2. Charles
  3. Vinicius

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook Grátis: O Segredo para conseguir os melhores empregos

Atenção: Edição por tempo limitado!