Os 5 fatores mais estressantes no trabalho e uma das soluções para vencê-los

Trabalho, trabalho, trabalho…. Quanto mais rezo mais demanda aparece! Claro que a quantidade enorme de projetos de TI que pipocam na nossa frente (e com prazos apertados, evidente) na empresa é sinal de que as coisas andam boas.

Pelo menos no que se refere a manter-nos ocupados, é claro. Salário, bem, aí já é bem relativo…

Mas voltando à questão, o maior problema é que a quantidade anormal – acima da média – de trabalho nos últimos tempos não é o único causador do estresse, quem dera fosse!.

Existem ainda, segundo os Chief Financial Officers (CFOs) dos Estados Unidos, em artigo da INFO, outros problemas que afligem os trabalhadores e elevam seus níveis de estresse às alturas. E concordo com todos eles!

Veja na tabela abaixo os fatores que mais contribuem para o aumento do nível de estresse:

Veja que estamos falando de um país de primeiro mundo, os EUA. Difícil acreditar que uma pesquisa desse tipo não apresentaria resultados próximos mesmo aqui no Brasil.

Mas como sobreviver a tudo isso que nos afeta no dia-a-dia, seja em New York ou São Paulo, ou outro canto do Brasil?

Acredito que, destes problemas, o que aparece no topo da lista de culpados – conciliar demandas pessoais e profissionais – é onde reside a resposta para pelo menos boa parte dos demais fatores listados. E a resposta pode estar no equilíbrio.

Tem gente que vive caçando problema para resolver na empresa, mesmo após o expediente, parece que não há limites. Uma pessoa equilibrada vai saber lidar com os conflitos no trabalho de forma imparcial, vai saber dizer não para o chefe ou colegas quando for preciso, para evitar carga desproporcional de trabalho, vai saber manter uma vida saudável fora da empresa, familiar, emocional e fisicamente falando.

Só aí já mapeamos os dois primeiros itens da lista e o quarto. Quanto aos demais não vejo relação relevante com a questão do equilíbrio. Mas, claro, fique à vontade para discordar e dar sua opinião.

O importante é que a resposta para a maior parte destes problemas do novo século, problemas globais, aliás, está em nossas atitudes. Pensemos com calma sobre como estamos reagindo a essas pressões.

Os limites cabem a nós impor. Ou outros farão, aí meu amigo, nossa lista deverá se parecer muito com esta, não tem para onde correr…

A tabela em destaque foi divulgada pela INFO.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Discussão

  1. Guilherme Cenzi
  2. Vinicius