Notícias de TI: Destaques da Semana – edição 204

Algumas das melhores notícias de TI da semana cuidadosamente selecionadas…Que tal dar uma conferida?

Profissionais de fora da área de TI aprendem a programar

Steve Jobs, fundador da Apple, defendia que todo mundo deveria aprender a programar um computador, porque isso “ensina você a pensar”. Ele não era o único: criadores de grandes companhias como Facebook, Twitter, Microsoft e Google também levantam essa bandeira.

Essa tendência já chegou ao Brasil. Profissionais que não têm carreiras diretamente ligadas a tecnologia começaram a descobrir que decifrar códigos e linhas de programação pode ser útil.

É o caso do analista de compras Dhiego Spinillo, 28, formado em administração de empresas. Há três anos, ele decidiu fazer cursos sobre o tema por acreditar que esse conhecimento poderia ajudá-lo em reuniões com a equipe de tecnologia durante a implantação de projetos…

O que os recrutadores querem saber ao buscar referências

Buscar referências do trabalho de candidatos a uma oportunidade profissional até pouco tempo era uma prática restrita a alguns cargos específicos no Brasil. Mas com a expansão do mercado de recrutamento no país e a, consequente, necessidade de minimizar ao máximo os erros na contratação, os headhunters estão se valendo mais da prática.

Enquanto em outros países, o hábito mais corrente é o antigo chefe enviar uma carta de recomendação, por aqui, os recrutadores entram em contato por telefone com chefes, subordinados e clientes internos de empregos anteriores – geralmente, indicados pelo candidato. Todas as informações prestadas, garantem os especialistas, são mantidas em sigilo…

Plataforma para busca de empreendedores chega ao Brasil  

O Co-Founders Lab, plataforma americana para busca de empreendedores em todo o mundo, chegará ao Brasil em julho. O anúncio foi realizado pela Aceleratech, aceleradora de startups que realizará uma parceria com o serviço.

O Co-Founders Lab foi criado com o objetivo de aproximar pessoas ligadas ao mercado de startups e encontrar possíveis sócios para a criação de uma nova empresa. A plataforma, além de fornecer os contatos dos usuários cadastrados, também organiza encontros periódicos entre os empreendedores e conta com parcerias de universidades americanas, como Harvard, Cornell e Georgetown…

Primeiro curso superior virtual da América Latina já soma 10 mil inscritos

Em pouco mais de 15 dias após seu lançamento, o primeiro Mooc (curso virtual, gratuito e de nível superior) da América Latina já totaliza 10 mil participantes inscritos. Os cursos foram lançados no dia 12 de junho por uma parceria da Universidade de São Paulo (USP) com o portal “Veduca”. O acordo determina que as aulas sejam ministradas por professores da USP e veiculadas pela plataforma virtual do portal. Os participantes podem cursar duas disciplinas: física mecânica básica e probabilidade e estatística. O primeiro terá 25 aulas e o segundo, 19.

Até a primeira quinzena do mês, quando o Mooc foi anunciado, o Brasil ainda não tinha uma instituição de nível superior ofertando aulas virtuais e gratuitas de forma massiva, diferentemente do movimento que ocorre no mundo todo, onde universidades oferecem cursos para milhões de pessoas espalhadas internacionalmente…

Empresas ‘blindam’ Wi-Fi para evitar ações na Justiça por crimes na rede

Diante da possibilidade de terem que responder judicialmente por eventuais atividades ilícitas de clientes na internet, estabelecimentos que fornecem acesso Wi-Fi gratuito formulam estratégias de blindagem, que passam pelo armazenamento de informações de clientes e pelo monitoramento do que é acessado em suas redes.

As práticas são descritas nos termos de compromisso que costumam anteceder a autorização para permissão de acesso a redes de Wi-Fi. No entanto, escritórios de advocacia passaram a incluir as regras de acesso gratuito a redes sem fio na prática de “criminal compliance” (análise de quais atividades corporativas podem permitir atos ilícitos)…

“Viciados” em tecnologia participam de acampamento para desintoxicação

O repórter do Mashable, Vignesh Ramachandran, participou, num final de semana do Acampamento Grounded do Detox Digital (desintoxicação do mundo virtual, da tecnologia) para adultos, na Califórnia, Estados Unidos.

Mais de 320 pessoas participaram do programa. O repórter conta que não houve nenhuma  conversa de trabalho. O interesse era em conhecer uns aos outros (pessoas) e não os cargos ou funções, mesmo que ali estivessem CEOs de startups de destaque no mundo real.

Abaixo estão alguns pensamentos extraídos pela reportagem do Mashable…

A matemática do caos

Por incrível que pareça, tem gente querendo suspender, atrapalhar, interferir nas redes sociais, porque são elas, sim, são elas as grandes culpadas pelas manifestações que andaram tomando as ruas do país nas últimas semanas. Bobagem. Elas são apenas o meio, o canal. O problema, para quem não gosta desses movimentos, é o alto poder de disseminação de ideias das redes. Ideias políticas ou mercadológicas, não importa…

Até 2015, 60% dos profissionais de informação consumirão conteúdos corporativos móveis

Atender à demanda crescente do consumo de conteúdos de vídeo com finalidades de trabalho em dispositivos móveis já faz parte da realidade das empresas. De acordo com o Gartner, a previsão é que o uso de aplicações de vídeo em smartphones e tablets faça parte do cotidiano profissional de 60% dos profissionais de informação até 2015.

Para o vice-presidente e analista Whit Andrews, o gerenciamento e o suporte dessas aplicações ainda é o grande desafio das corporações.  “O aumento do uso de aparelhos móveis no ambiente profissional implicará na necessidade oferecer suporte para vídeos nos equipamentos de usuários internos e externos. O desafio é mais que mobilidade. Está relacionado com heterogeneidade, assim como o Gartner prevê que, até 2014, 90% das organizações oferecerão suporte a aplicações corporativas através de diversos dispositivos pessoais.”…

TI brasileira faturará US$ 132 bi em 2013

Um estudo divulgado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) estima que o setor de TI vai registrar receita de US$ 132 bilhões este ano no Brasil.

A estimativa representa um crescimento de 7,3% em relação a 2012, quando o setor contabilizou US$ 123 milhões. Vale destacar que, dentro deste valor, US$ 54 bilhões não foram provenientes de vendas, mas sim da valorização das companhias com desenvolvimento e inovação.

Conforme aponta o Valor, a Brasscom estima que as vendas de equipamentos podem chegar a US$ 35,3 bilhões. As de software ficarão em torno de US$ 9,5 bilhões e as de serviços, US$ 21,2 bilhões (incluindo o segmento de outsourcing)…

Linux Foundation investe em cursos de formação para programação na nuvem

Profissionalmente, muitos programadores Linux são apenas isso: programadores. Mas o seu papel está mudando, segundo a Linux Foundation, que justamente por isso decidiu expandir as opções de formação que disponibiliza para ajudá-los. A organização acrescentou dois cursos no seu programa, o OpenStack Cloud Architecture e o Deployment and Linux Enterprise Automation.

Os profissionais de Linux estão trabalhando cada vez mais com sistemas em cloud computing, tecnologias de automação, e em ambientes de desenvolvimento ágil. Os cursos foram adicionados para refletir essas alterações, disse Amanda McPherson, vice-presidente de marketing e de programas para programadores na organização…

Por que os projetos de TI fracassam?

A cada ano, centenas de bilhões de dólares são investidos em grandes projetos de TI que não cumprem o que prometem. Muitas vezes, os executivos não compreendem que os esforços em torno da gestão dos projetos de TI devem levar em conta a transformação da organização e de suas operações como um todo, e não apenas mudanças pontuais para adoção de uma nova tecnologia. Assim, acabam correndo o risco de perder de vista os objetivos do projeto ou de deixar de escolher bons líderes, aqueles com influência suficiente para motivar as transformações necessárias.

Independentemente dos motivos, as falhas dispendiosas continuam figurando entre os maiores desafios para os CIOs . Decepções recorrentes minam a credibilidade de TI e ameaçam as perspectivas de carreira dos líderes da área. Não existe uma abordagem única, mas é possível perceber que as empresas com melhores resultados costumam fazer cinco coisas muito bem…

Prestadores de serviços de TI abrem 100 vagas para especialistas

A Alog Data Centers do Brasil abriu 40 para profissionais de TI. As oportunidades são para os escritórios de em São Paulo, Barueri (Tamboré) e Rio de Janeiro.

As oportunidades são para profissionais das áreas de ativação, gerenciamento de hosting, data center, operações, engenharia de vendas, ERP, suporte e desenvolvimento de software.

As etapas do processo seletivo envolvem triagem de currículos, entrevistas com o RH, aplicação de testes, entrevistas com o gestor/diretor de cada área. Para candidatar-se e ter acesso a mais informações sobre as oportunidades, basta acessar o site da Alog…

CIEE abre 300 vagas para cursos gratuitos de TI

O CIEE está com aproximadamente 300 vagas abertas para a formação de turmas de nove cursos e cinco oficinas de Tecnologia de Informação (TI), todos gratuitos, que oferece em parceria com a Impacta e com a Cisco.

Entre os cursos, figuram o Excel Básico + Intermediário, em substituição ao Básico de Excel. Com 20 horas de duração, foi criado por demanda das empresas, que têm exigido conhecimentos mais aprofundados do programa. “O objetivo é qualificar os estudantes cadastrados em nosso banco de dados para que tenham maior chance de aprovação em vagas de estágio”, diz Zélia Ribas Varajão Teixeira Soares, gerente Educacional do CIEE…

A mente por trás do Big Data

Imagine coletar 6 milhões de dados por dia, entre fotos, vídeos e textos, e tentar tirar deste gigante acervo uma única resposta. A tarefa pode parecer impossível para alguns, mas para os cientistas de dados esta é uma missão diária.

O profissional é a mente por trás do Big Data e o responsável por transformar grandes quantidades de dados em ações práticas – trabalho que exige técnicas específicas e experiência. A pessoa que traduz planilhas em ‘insights’ tem de saber criar modelos estatísticos e aplicar algoritmos.

“A tecnologia apresenta dados consolidados e cheios de informações valiosas, mas a consolidação e decisão vêm da mente humana”, diz Samir Nassif, arquiteto de sistema de Big Data da IBM Brasil…

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *