Notícias de TI: Destaques da Semana – edição 136

Algumas das melhores notícias de TI da semana cuidadosamente selecionadas…Que tal dar uma conferida?

Guia de salários: média de profissionais de sistemas é de R$ 15,3 mil

Diretores de sistemas podem ganhar até R$ 15,3 mil, de acordo com a 38ª edição de pesquisa salarial realizada pela empresa de recrutamento Catho. O estudo apontou que a média salarial dos analistas seniores chega a R$ 6 mil, enquanto a dos gerentes é de R$ 9 mil.

Os pagamentos mensais mais baixos são dos estagiários, que chegam a receber, em média, R$ 893. Já os coordenadores podem ganhar R$ 7,6 mil mensalmente.

Consultores e analistas de requisitos seniores têm salário médio de R$ 7,4 mil e R$ 5,9 mil, respectivamente…

Facebook pode prever desempenho profissional, diz pesquisa

Pense duas vezes antes de postar qualquer item em seu perfil no Facebook. O conselho, repetido à exaustão por consultores de carreira por aí, acaba de ganhar um status, digamos, mais científico.

De acordo com pesquisadores americanos, uma rápida análise do perfil na rede social de Mark Zuckerberg pode prever o desempenho profissional do candidato a uma oportunidade de emprego.
Para chegar a essa conclusão, uma equipe de pesquisadores da Nothern Illinois University, University of Evansville e Auburn University…

Cloud computing: BSA põe Brasil em último entre 24 países

Um relatório do setor de software dos Estados Unidos divulgado na quarta-feira criticou Brasil, China e Índia por políticas que ameaçam o futuro da computação em nuvem (cloud computing), mas também tomou como alvo países desenvolvidos como a Alemanha, que haviam se saído bem em sua avaliação inicial.

A Business Software Alliance (BSA), que representa pesos pesados do software nos EUA como a Microsoft, informou que o Brasil ficou no último lugar entre os 24 países pesquisados, com 35,1 pontos de um total de 100 possíveis, devido a políticas em áreas como livre comércio, segurança, privacidade de dados e combate a crimes de computação…

Japoneses criam chip que revoluciona transmissão de dados sem fio

Um dos desafios da eletrônica moderna é desenvolver sistemas que permitam a transmissão rápida de grandes quantidades de dados por meios sem fio.

Isso é necessário para que diversos aparelhos de uso profissional e pessoal consigam se conectar entre si. As redes atuais deste tipo, como a Wi-Fi, têm uma capacidade determinada, e seus limites ficam evidentes quando se tenta transmitir vídeos, áudios e fotos com qualidade cada vez maior.

Mas nesta semana, o Instituto de Tecnologia de Tóquio e a empresa Sony apresentaram um novo chip que surpreendeu alguns especialistas em tecnologia…

Venda de computadores no Brasil cresce 12% em 2011–IDC

As vendas de computadores no Brasil totalizaram 15,4 milhões de unidades em 2011, alta de 12 por cento sobre 2010, anunciou nesta quinta-feira o grupo de pesquisa IDC.

O resultado consolida o país na terceira posição no mercado mundial de computadores, atrás apenas de China e Estados Unidos.
De acordo com o IDC, 55 por cento das vendas foram de notebooks e netbooks e 45 por cento foram de desktops.
Somente no último trimestre, foram vendidos 4,2 milhões de computadores, uma crescimento de 10 por cento em relação ao mesmo período em 2010…

Empresa pode consultar SPC, Serasa e órgãos de polícia antes de contratar, decide TST

A 2ª Turma do  TST (Tribunal Superior do Trabalho) rejeitou apelo do MPT (Ministério Público do Trabalho da 20ª Região), em Sergipe, para impedir que uma rede de lojas de Aracaju consultasse SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), Serasa (Centralização dos Serviços Bancários S/A), órgãos policiais e do Poder Judiciário antes de contratar funcionários.
Em decisão unânime, os minitros da 2ª turma consideram que as consultas não são fatores discriminatórios, e sim critérios de seleção de pessoal que levam em conta a conduta individual…

“Geração Y” é passado; agora é a vez da “geração C”, de Conectados

O nome “geração Y” é dado àqueles nascidos a partir das décadas de 70 ou 80. No entanto, nunca se criou um termo para determinar os jovens que vieram depois dessa turma, que já nasceram em um mundo com excesso de conteúdo, onde a socialização e o compartilhamento de experiências se dão através de dispositivos móveis ou conectados à internet. Por isso, a Nielsen, empresa de pesquisas digitais, criou o termo “Geração C” para rotular esse pessoal.

O grupo representa jovens que têm entre 18 e 24 anos de idade, definidos pela conectividade digital. Esse grupo já representa 23% da população dos EUA, segundo o Mashable…

Gestão do tempo: Quatro razões para a procrastinação

Todo mundo sabe a razão fundamental pela qual procrastinamos: falta de auto-disciplina. Nós simplesmente não queremos fazer o trabalho que precisamos fazer, até que seja inevitável fazê-lo. Adiamos o inevitável. pegamos um lanche, verificamos nosso e-mail, encontramos outras coisas para fazer.

Sabemos que a procrastinação só irá nos criar mais estresse, mas sucumbimos a ela de qualquer maneira. Por que é tão difícil ignorar o canto da sereia da procrastinação?…

Empresas querem medir melhor os resultados de TI

Pesquisa da Amcham com executivos do segmento de tecnologia da informação detectou que 96% reconhecem uma tendência de maior cobrança por construção e adoção de indicadores para a área. Por outro lado, somente 14% se dizem totalmente satisfeitos com a forma como essa quantificação é realizada.

Dos 44 empresários, gestores e executivos da cadeia de TI brasileiros, 73% afirmaram que já faz parte da política de suas empresas a mensuração periódica e o desenvolvimento de indicadores de desempenho de TI…

Nova lei do teletrabalho incentiva a exportação de empregos

Ao sancionar a Lei 12.551/2011, que equipara o trabalho realizado no estabelecimento do empregador ao realizado à distância, o governo federal deu um passo importante no sentido de reconhecer a nova realidade das relações de trabalho e modernizar a CLT. Os teletrabalhadores passam a ter os mesmos benefícios do que aqueles que batem ponto fisicamente na sede das empresas. Essa é a boa notícia.

A má notícia é que ao, fazer isso, criou-se uma sobretaxa sobre o teletrabalhador brasileiro que não incide nos profissionais sediados em outros países e que, por definição, são concorrentes. Na prática, a lei torna mais conveniente contratar pessoas no exterior do que no Brasil para trabalhos à distância…

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *