Analista com nível superior em TI e salário de mais de R$9.500

concursopublico

O setor público, preocupado com a baixa especialização dos candidatos às melhores vagas, tem corrido atrás do prejuízo (perda de talentos para o setor privado) e oferecido salários melhores que os do setor privado, na média, além de muitos benefícios. Tudo para poder fortalecer mais suas equipes atraindo as melhores cabeças.

Para isso, o governo decidiu investir na área de recursos humanos de forma estratégica, oferecendo plano de carreira, subsídio aos estudos (inclusive de filhos) em muitas de suas vagas oferecidas, somente para citar alguns destes.

Para voce ter uma idéia, segundo a VocêSA, até pouco tempo atrás 70% os editais eram voltados para candidatos com ensino médio e 30% para profissionais de nível superior. E isso está começando a mudar (espera-se pelo menos equilibrar esses números) , para o bem do país.

O lado bom e lado ruim do serviço público

Há a banda podre e inútil do serviço público, que não quer trabalhar, mas há também muitos outros setores do serviço público com alto grau de qualificação, cujos resultados estão aí para todo o mundo ver. É o caso do trabalho do Ministério Público, por exemplo.

Acredito que devemos tomar cuidado para não desmoralizar o trabalho de muitos que honram o salário que recebem, trabalhadores como nós, por conta de alguns…

Mas voltando ao título deste artigo, vamos ao que mais lhe interessa:

Segundo o edital, estão qualificados os candidatos com as seguintes formações para assumir o cargo de Analista Administrativo na área de Tecnologia da Informação:

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior
em Tecnologia da Informação, Análise de Sistemas, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação
ou Ciência da Computação
, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

E claro, um salário de mais de R$9.500,00! Ficou surpreso? Pegue a tabela de salários 2008/2009 e procure por algum cargo de analista com esse salário…difícil, não?

Preste bem atenção na última parte do parágrafo sobre os requisitos acima: reconhecido pelo MEC, e não somente autorizado. Cuidado com instituições com reconhecimento em andamento, é um tiro no escuro. O fato dessa instituição ter outros cursos já reconhecidos não garante os demais serão. Geralmente são mais baratos para poder fechar turmas, mas esse barato pode sair muito caro…que o diga os formados da FASP, instuição de ensino de São Paulo que fechou as portas por problemas financeiros e seu curso de Engenharia da Computação, que estava em processo de reconhecimento pelo MEC, fracassou. Resultado: o pessoal está até agora esperando (brigando) pelo diploma.

Bem, dito isto, prepare-se, baixar o edital agora é o primeiro passo para ser um vencedor nessa corrida.

Uma frase muito inspiradora, dita por um guru de concursos públicos, o juiz federal William Douglas, que disse:”Não se faz concúrso público para passar, mas até passar”.

Veja algumas experencias bem-sucedidas no site da VocêSA de pessoas que trocaram o setor privado pelo público e só tem motivos para comemorar.

E você, já prestou algum concurso público?  Ou prefere o privado? Por que?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

4 Comentários

  1. Julius Maia
  2. Alexandre Basílio
  3. simone
  4. Thiago

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer saber o segredo para se chegar aos Melhores Empregos?

Digite seu email e baixe seu Livro Grátis AGORA

x