Mentirinha no currículo? Cuidado, mais cedo ou mais tarde vai aparecer

 

Só uma mentirinha, ninguém vai descobrir… É assim que muita gente ainda pensa, hoje, quando resolve mentir ou induzir ao engano o entrevistador, mesmo num processo sério como o de seleção para uma vaga de emprego.  Tentam ainda  mudar o rótulo para não ficar tão pesado, chamando o fato de meia verdade… Ora, ou é verdade ou não é, certo?

Tudo bem, o cidadão vai e consegue passar (calafrios à parte) pelo processo seletivo com suas “meias verdades” e conquista a vaga! “Pronto, valeu a pena a artimanha”, pensa ele.

Agora é só provar a competência e descansar tranquilo, afinal o que conta no fim, mesmo, são os resultados que vou trazer para a empresa, então, ainda que descubram minha mentirinha lá na frente, meu desempenho deverá ofuscá-lo facilmente.

Mas eis que o tempo passa, o profissional cresce na empresa e atinge resultados que o levam ao topo da hierarquia, tudo maravilhoso…

Mas de alguma forma vaza a informação de que houve trapaça lá atrás, uma mancha formalizada, sem permitir contestação, e onde provaram isso? ora, num simples papel que depois de tanto tempo não deveriam mais dar importância (ou deveriam?) : no currículo.

Mesmo numa época onde se prega a crença de que ética saiu de moda há muito tempo, grandes empresas que estão descobrindo fatos como esse tem tomado uma atitude até então inesperada: estão demitindo mesmo!

Num artigo do UOL foram listados dez executivos que foram pegos na mentira em seus currículos e mais da metade perderam seus empregos por causa desse detalhe, dessa “bobagem”.

O caso mais recente foi o do presidente-executivo do Yahoo, Scott Thompson, que foi obrigado a deixar o cargo devido a esse mesmo problema, mas é bom conhecer mais alguns para vermos que esse caso não apenas um acaso, digamos assim. Tem muita empresa de olho e levando a questão ética a sério.

Veja no artigo “Dez executivos que mentiram no currículo” o que aconteceu com cada um deles.

A confiança é o pilar de sustentação básico de toda relação social e a mentira é o maior responsável para que essa relação seja destruída, envolva ela dinheiro ou não, dentro ou fora de casa.

Portanto, pense mais um pouquinho, contenha o desespero de pode ficar sem aquela vaga por causa de um detalhe no currículo, porque isso poderá ser-lhe cobrado mais cedo ou mais tarde. O prejuízo mais imediato é o da consciência, aquela que nos acompanha e nos cutuca até a hora de ir dormir, diariamente.

 

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *