Duas dicas de ouro para você arrancar um feedback do seu chefe

feedback-carreira-profissional-comunicacao

Ah, o velho e bom feedback! Tão importante para o sucesso na carreira profissional, enfim, na vida, e ao mesmo tempo tão negligenciado…

Não que tenha se falado pouco sobre isso, muito pelo contrário. Vídeos, artigos, revistas, TV, empresas, no futebol, dentro de casa…Vire e mexe o assunto vem a tona.

Dentro de casa, aliás, por algum motivo misterioso raramente utilizamos a palavra feedback. Talvez soe corporativo demais? Mas o conceito está bem representado em expressões como “falta de comunicação”, “calado demais” (essa é para os homens!) entre outros.

Um dos maiores motivos do fracasso nos relacionamentos conjugais, não somente no Brasil, mas no mundo todo é a falta de comunicação. E dentro deste pacote chamado “falta de comunicação”, tem um elemento que tem um grande destaque: é justamente o tal do feedback. Ou melhor dizendo, a falta dele.

A ação da maioria das pessoas frente ao problema da falta de feedback é mais ou menos parecida: “Fulano não me dá um feedback. Estou de relações cortadas”. Ficamos frustrados, remoendo a situação… Talvez esperando que , no caso da empresa, o nosso chefe, pergunte por que estamos calados, meio chateados.

O problema é que poucas vezes isso acontece, e sabe por que?

Seu chefe pode estar preocupado como você, tão chateado como você, mas não com você exatamente… com o chefe dele! . Motivo? falta de feedback, veja só!

Então, para não ficar nessa de “espere por mim que eu espero por você”, sugiro duas atitudes infalíveis para superar esse problema que emperra tanto o seu desenvolvimento profissional:

1 – Dê feedback

Entregue um relatório para seu chefe sobre o andamento de suas tarefas, projetos, de preferência pessoalmente. Por que? para você poder sentir a reação dele, coisas que o email não vai proporcionar. Mas mantenha o email, apenas adicione a isso alguns minutinhos de conversa informal e descontraída, como quem estivesse passando pela mesa dele e lembrou de comentar o assunto…

Simplesmente comece a criar esse hábito de dar feedback de graça. Quando agimos de assim de forma proativa, passamos uma mensagem subliminar para nosso chefe de que a nossa parte tem sido feita. Isso provavelmente vai começar a incomodá-lo de modo que começará a seguir seu exemplo ao retribuir o feedback.

Agora, se mesmo assim não funcionar…

2 – Peça feedback 

Não tenha medo. Perguntar não ofende SE perguntado sem tom de ameaça, ironia ou cobrança. Não queira pegar seu chefe armado, desarme ele com humildade no modo de falar e postura. Seja claro nas perguntas enquanto pede o feedback a ele. Por exemplo, pergunte “como achou que lidei com o conflito com os fornecedores no projeto X?’ ou “Como achou que me saí na apresentação do novo sistema aos usuários? Onde acha que poderia melhorar?” Nada de perguntas muito genéricas, do tipo, “como está o meu trabalho, alguma reclamação?”

E esteja pronto para ouvir críticas também, não somente elogios…

Ah, e claro, a mesma técnica pode ser aplicada dentro de sua casa. É um hábito que fortalece desde relacionamentos familiares a corporativos e por aí vai. E não custa nada no bolso para investir 🙂

Por outro lado, exige muita boa vontade, humildade e transpiração… mas vale a pena!

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Nenhuma resposta

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *