Inteligência Artificial: Os robôs poderão pensar em breve…ameaça?

Pensar parece não ser mais privilégio somente dos humanos. Os robôs, conduzidos pelo grande avanço na Inteligência Artificial, começam a interagir com humanos com uma realidade impressionante…e que também assombra.

Cientistas da University of Reading, numa competição  que ocorre anualmente e que premia a máquina mais parecida com o homem com relação a capacidade de pensar, reuniu robôs de várias partes do mundo, com o intuito de se verificar se eles poderiam passar por humanos sem que o interlocutor percebesse. Baseados na premissa de Alan Turing, famoso matemático britânico da década de 50, e considerado o pai da computação, de que se um robô fosse indistinguível de um humano, então ele estaria pensando.

Dentre os 5 robôs finalistas na competição, o robô chamado Elbo se destacou dentre os demais e rendeu um prêmio ao seu criador de 3.000 dólares, chegando muito próximo de passar no teste (apenas 5% abaixo do índice), cujo objetivo era que o robô vencedor pudesse enganar pelo menos 30% dos interrogadores. Os testes duraram 5 minutos para cada um dos robôs envolvidos. O organizador do evento, Prof Kevin Warwick, afirmou que onde as máquinas foram identificadas corretamente pelo interrogador (humano), estas máquinas apresentaram habilidades de conversação com pontuação entre 80% e 90%.

Como funcionou a competição?

Foram selecionados 12 voluntários que através de um chat em duas telas abertas, conversavam simultaneamente com um robô e com um humano, porém o interrogador não sabia em qual dos dois chats estava um ou outro , a princípio. O robô que convencesse mais pessoas seria o vencedor.

Durante 5 minutos, foram tratados assuntos diversos, inclusive sobre a crise econômica mundial, o clima, entre outros. O trabalho do interrogador era descobrir quem era o robô e quem era o humano.

Resultado:

pelo menos 1 voluntário dentre os doze se enganaram ao descobrir quem era o robô enquanto que  alguns dos outros demoraram um tempo considerável para acertar.

Especialistas acreditam que dentro de 5 anos estaremos começando a ser invadidos por máquinas pensantes, as quais poderiam ser utilizadas para cuidar de crianças, idosos, trabalhar na polícia rastreando bandidos, monitorar prisões. Até agora os robôs eram operados por humanos, geralmente por controle remoto, mas com a criação de robôs autônomos, com capacidade de aprender e consequentemente emitir decisões próprias, como será o futuro?

Sendo a simulação da inteligência artificial fiel a humana, certamente os robôs do futuro estarão passíveis a tomarem decisões erradas…e essas decisões podem prejudicar o homem, se virar contra ele. Quem não se lembra do famoso filme “EU, Robô”, estrelado por Will Smith, onde um robô fora de controle começa a tomar ações desatrosas e inicia um caos?

O que você acha? Poderão os robôs realmente chegar a um nível de inteligência tal que possa ameaçar a humanidade?

(este artigo referencia a notícia da BBC, em inglês)

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Discussão

  1. Elizier
  2. Vinicius
  3. Icaro