Hora extra: não se deixe enganar, saiba quando você tem direito

Fazer hora extra, seja no trabalho ou à distancia, não costuma ser algo prazeroso, considerando ao menos a média dos humanos normais, digamos assim. Fazemos por força da urgência do negócio em que estamos envolvidos, seja na forma de projeto ou processo.

O dinheiro acaba nem sempre compensando, às vezes vai mais mesmo pela responsabilidade profissional que nos caracteriza, assim como o comprometimento com o nosso empregador.

Mas também alto lá, isto não significa que o dinheiro não seja importante, certo? Ele, além de quebrar um galho no orçamento do mês, até acaba servindo como um limitador de abusos de empregadores inconsequentes, que acabam ,por isso, abusando menos do funcionário, quando lhe afeta o bolso.

Por isso é que temos que estar atentos aos nossos direitos. Pode acreditar, voce é tão-somente o único interessado por seus direitos nesta questão. Temos que procurar entender as regras do jogo.

Mas também, cá entre nós, essas regras sobre quando temos ou não direito à horas-extras é uma discussão que já deu muita confusão nos tribunais pelo país e nunca tinha sido clara o suficiente (graças ao nível de “qualidade” dos que redigem nossas leis).

Por essas e outras, gostaria de compartilhar com voce estas dicas importantes, publicadas pelo UOL, quanto ao momento em que você deve fazer valer seus direitos quando o assunto é pagamento de horas-extras, veja:

O mercado de trabalho anda bastante aquecido no Brasil e não é por menos que as empresas vão tentar sugar um pouquinho mais seus funcionários, seja por causa da falta de mão-de-obra qualificada para aumentar seus times ou por redução de custos mesmo.

Aí cabe uma boa conversa,de forma clara e educada com quem paga seu salário caso perceba que estão abusando da sua boa vontade profissional. Não fique eternamente esperando que seu chefe percebe sua chateação…

Sempre bom lembrar que um jogo bem jogado é quando todos ganham, não somente o patrão. Tem que haver uma boa compensação, pois não se trata somente de dinheiro, tem a questão da saúde, família….e tudo isso não é barato para se manter, financeiramente falando ou não.

Obs: A imagem é da Folha UOL.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails