Gigantes de Cloud Computing estão de olho no Brasil

brasil-Cloud-Computing-mercado

Uma atmosfera de muitas nuvens nem sempre significa que as previsões climáticas não serão boas. Na área de Tecnologia, por exemplo, quando se fala em “Nuvem”, isto é bastante verdadeiro, aliás quanto mais nuvens, melhor é para o mercado.

O Brasil tem chamado a atenção de grandes players no mercado de TI especializado em Cloud Computing (Computação em Nuvem). Ninguém menos que Salesforce, Amazon e Google, entre outros, tem cogitado hospedar seus datacenters por aqui, a fim de aproveitarem o bom momento do país no cenário mundial. Palavras de Daryl Plummer, vice presidente administrativo do Gartner durante a IX Conferência Anual de Tecnologias Empresariais, realizada em São Paulo, segundo o portal ConvergenciaDigital.

Tudo ou nada na Nuvem: hoja ainda não é possível hospedar todos os complexos serviços de uma organização na nuvem, mas a idéia não é esperar o momento de se colocar tudo por lá e enquanto isso ficarmos parado esperando. é preciso ter um planejamento para, de forma gradual, ir migrando alguns serviços menos críticos para o negócio e assim poder avaliar a robustez do serviço que deve ser a tônica na área de infraestrutura por muitos anos.

Mão de obra no Brasil: ponto positivo!

Ainda segundo o Gartner, “As empresas podem não querer ter seus dados ou serviços em outros países. Além disso, o Brasil é um país com mão-de-obra emergente“. O desenvolvimento do país em relação a formação de profissionais no setor chama a atenção de forma bastante positiva, embora ainda não formemos contingente necessário para atender a toda a nossa demanda interna.

Cenário econômico: dá-lhe Brasil!!

Mesmo com todos os problemas estruturais que nosso país ainda sofre, sua capacidade de recuperação diante da crise foi a prova de fogo para testar a maturidade econômica que alcançamos, e assim passarmos a ser vistos de forma diferente pelo resto do mundo.

Aliás, acredito que esse ponto é a fundação para que possamos virar o jogo nas demais áreas carentes por aqui. Outros fatores como cultura, democracia, ambiente menos suscetível a atitudes terrorristas são alguns dos demais pontos que devem ser levados em consideração e que aumentam a confiança dos potenciais investidores para que escolham o Brasil.

Se há prosperidade na economia, bastará vontade política para priorizar os setores mais carentes de recursos (coisa que tem sido pouco feita, e quanto ocorre, é de forma reativa e desorganizada).

Lembrando aos nossos caros governantes que diminuir á pobreza é investir no futuro do país. É dar condições melhores para que mais talentos possam surgir, que por sua vez recompensarão o país. Fazer vistas grossas ao povo mais pobre não é a solução, muito longe disso…

Por enquanto, o otimismo em relação a economia não pode ser compartilhado com as ações políticas do pessoal de Brasília…Esperamos que esse cenário mude, porque o Brasil poderia estar crescendo muito mais rápido, diga-se de passagem.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Uma resposta

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *