Fraude on-line: tem até opção de carreira profissional

É Isso mesmo que você leu. Serviços de crimes on-line podem ser adquiridos na internet por qualquer um. Um dos mais comuns é a clonagem das páginas dos bancos, que estão cada vez mais difícil de diferenciar. É possivel inclusive seguir uma carreira profisssional no mundo do crime digital, passando por funções de colhedor de identidades, desenvolvedor de software (robos), vendedor entre outras.

Criminosos fazem uso inclusive de SaaS (Software as a Service) para vender seus serviços a outros .

Segundo um Uri Rivner, da RSA Security, uma das mais mais conhecidas companhia do mundo, localizada  no Vale do Silício, qualquer pessoa que desejar pode entrar no mundo do crime digital como um investidor num serviço de fishing, por exemplo, e assim colher os lucros do futuro. Ele chegou a encontrar um serviço desse tipo por $299 por mês.

Um problema crescente, segundo a RSA,  é a sofisticação com que os novos trojans estão sendo construídos, sendo instalados anonimamente na estação do cliente de forma quase que insuspeita. O trojan se encarrega de abrir o falso site no momento em que o usuário tenta colocar seu usuario e senha para autenticação.

Perigo maior para o Brasil: clone do Unibanco

O crescimento vertiginoso no Brasil de usuários acessando a internet mostra o risco que o país corre com esses tipos mais sofisticados de fraudes on-line. Esses usuário emergentes não tem a malícia de perceber nos detalhes a diferença de um site original de um clone: se torna então presa fácil. É como no exemplo da nota falsa para o novo comerciante, que é alvo fácil dos falsários devido sua inexperiência em diferencial o falso do verdadeiro.

O clone do site do Unibanco, sob o domínio unibanco.org, entrou no ar dia 05/09, (conforme noticiado pelo IIDGNow em 08/09) porém foi denunciado como fraude e teve sua página inicial alterada com um enorme aviso, para evitar acessos desapercebidos dos navegantes mais desatenciosos.

Uma coisa parece certa em tudo isso: crescimento econômico do Brasil atrairá cada vez mais fraudadores digitais.

O que eu e você podemos fazer?

denunciar (em http://www.cert.br você pode encontrar informações de como proceder nesses casos) os casos de fraude ou suspeitas e alertar seus familiares e amigos iniciantes no uso da internet para que não sejam vítimas desse tipo de crime.

Mais informações sobre a RSA Security e suas constatações podem ser encontradas na eWeek, em inglês.

E você, qual acredita ser a melhor forma para combater esse tipo cada vez mais crescente de crime?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails