Faça sua equipe de TI feliz (e mais produtiva) com essas 9 dicas

Ah tá, tudo bem. O salário cai em dia, sua equipe tem equipamentos, ferramentas para desempenhar um bom trabalho, você, prezado chefe, procura não gritar, desrespeitar seus colegas (pelo menos na maioria das vezes), a empresa é respeitada no mercado e anda faturando bem, etc e tal, então é isso aí. “Funcionário tem que produzir e pronto, tem mais do que motivos para tal”, você pode pensar…

Será que é (só) isso mesmo? Sua equipe realmente tem tudo de que precisa para extrapolar suas metas?

Pode não ser bem assim a situação. Isso tudo que você viu de vantagens, de incentivos para que alguém da sua equipe possa desempenhar um trabalho que exceda suas expectativas, pode não dar nem para o começo. Claro, a menos que o líder se contente com o temível comportamento de “empurrar com a barriga”.

Uma máxima popular diz que “é dando que se recebe”. E se sua empresa quer receber mais, terá que dar mais. Segue abaixo uma lista de 9 dicas essenciais (publicado pela InformationWeek) para todo líder que não se contenta com pouco de sua equipe, de todo líder ambicioso, no bom sentido do termo, sem passar por cima de ninguém.

Embora haja um derecionamento para equipes de TI na área da Saúde, voce verá que na verdade são aplicáveis, quase que na sua totalidade, a qualquer equipe de TI.  Vamos a elas:

1. Faça com que eles se envolvam: Para Boone, um ambiente feliz se estende além da equipe de TI. Ela sugere a formação de um comitê que envolva toda a empresa para avaliar o progresso e prazos regularmente. “Pelo menos uma membro da equipe de TI deve fazer parte dessa equipe de tomada de decisão”.

2. Reconheça os talentos: Reconhecer e se apoiar no talento descoberto dentro de sua equipe de TI é vital tanto para a felicidade quanto para o sucesso da organização. Boone afirmou que confiar na experiência, permitirá o crescimento da implementação e atividade de TI.

3. Seja Realista: Sua equipe de TI conhece o tempo necessário na implementação e as atualizações. Peça sua opinião para saber o tempo que levará para seu próximo projeto entrar em funcionamento. “Defina os objetivo e prazos para cada etapa. Coopere com os departamentos para se comunicar com todos os envolvidos”.

4. Se aproveite da experiência: Procure por seus colegas para novas formas de abordar TI. “Outros profissionais e organizações têm informações para compartilhar sobre seu processo de TI em Saúde”. Ela sugere o convite de outras pessoas para o compartilhamento do sucesso e desafios que tiveram com suas próprias equipes de TI. “Visite hospitais da região para revisão e discussão”.

5. Dê responsabilidades: De acordo com Boone, sua equipe de TI deve ser parte integral do gerenciamento de prazos para o uso significativo e deve ser uma fonte para atingi-la. Ela ainda afirmou: “Com (Cumprimento e conversão ICD-10 e 5010) os prazos se aproximando, a equipe de TI pode trabalhar com a organização para compreender e cumprir essas diretrizes”.

6. Tenha o paciente em mente: Apesar de todos os avanços tecnológicos que sua equipe está contente por ter, Boones afirma que é essencial manter os esforços focados no paciente. “Os registros eletrônicos de saúde interoperáveis podem melhorar a qualidade do cuidado ao paciente e diminuir a taxa de erros médicos, enquanto reduz o custo do cuidado. Definir o tom para atividade e realização, mantendo a declaração de missão da organização em mente”.

7. Continue com os estudos: Boone sugere a descoberta de programas, seminários e conferências virtuais e pessoais para sua equipe de TI. Em troca, isso ajudará a focar os interesses e talentos do departamento. “Dê à equipe de TI tempo e oportunidade para aprender mais sobre TI de Saúde”.

8. Use os dados: Com a Saúde de TI implementada, Boone alerta que o trabalho está apenas começando. Ela encoraja os membros de TI não apenas a coletar dados, mas também usá-los para melhorar o cuidado ao paciente. “Os departamentos de TI e clínico devem trabalhar em conjunto e usar esses dados para monitorar as melhorias no atendimento ao paciente, como as tendências gerais de tratamento e cuidado”.

9. Celebrar e Comunicar o Sucesso: O reconhecimento é essencial para manter as pessoas felizes e não subestimar o impacto de um feedback positivo. “A equipe de TI completou uma grande projeto a tempo ou antes do planejado? O hospital ganhou um prêmio por seu sistema EMR? Reúna-se com o setor de publicidade do hospital ou relações públicas para discutir as histórias de sucesso dos departamentos e as artigos a serem veiculados em publicações próprias. Reconheça a equipe por suas contribuições”.

E então, caro líder, gestor de equipe, que tal analisar a produtividade da sua equipe tendo como referencia esses pontos? E você, caro liderado, que tal ajudar seu líder a ser um profissional melhor compartilhando essas dicas com ele?

Ninguém tem obrigação de nascer sabendo. Temos sim, a obrigação de lutar para sermos melhor hoje do que fomos ontem. Para o bem de nós mesmos e dos que nos rodeiam.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails