Experiência demais no Currículo pode jogar contra Você: Veja Como Evitar Isso

Esta é uma grande dúvida que as pessoas tem na hora de elaborar ou revisar seu currículo: Devo colocar TODA minha experiência profissional no CV ou não?

Se você tem muitos anos de rodagem na sua carreira profissional, é natural ter experiências profissionais que não são correlatas, afinal você pode ter mudado de carreira ao longo do caminho devido a muitos fatores.

Apesar de ser bonito toda essa sua vivência, não seja tão rápido assim ao colocar tudo o que você viveu profissionalmente.

Para você saber exatamente o que colocar ou não, pergunte-se:

O que as experiências e habilidades desenvolvidas naquele cargo há anos atrás podem agregar na percepção do recrutador de que sou um candidato perfeito a vaga?

Faça esta pergunta para cada cargo que colocar nas empresas onde trabalhou. Considere que nem todo cargo com título totalmente desconexo da vaga para a qual está aplicando deve ser descartado.

Um exemplo?

Digamos que você está candidatando a uma vaga júnior na área de comércio exterior, e você tem uma experiência de trabalho no MC Donalds. Mas aí vem o detalhe: a experiência não foi no Brasil, mas nos EUA.

O candidato deveria colocar essa experiência no CV? Sim! Afinal ela comprova uma habilidade que é geralmente requerida para um cargo relacionado a área de comércio exterior: conhecimentos avançados ou fluência no idioma.

Muitos profissionais de RH dizem que você pode colocar até os últimos 10 anos de experiência no currículo, desde que sejam relevantes. Dito isto, ainda temos que levar em conta que um currículo nos dias de hoje deve ter entre 1 ou 2 páginas, salvo raras exceções, portanto eis aí mais um motivo para não estender sua experiência além dos 10 anos para trás.

Outro detalhe importante a favor de não se colocar toda sua experiência se você tem mais de uma década é que fazendo isso, você estará revelando sua idade, e isto pode não ser bom, pois você pode ser vítima de preconceito.

Não adianta você omitir sua idade no currículo para diminuir a chance de preconceitos, por exemplo, se seu histórico profissional apresenta experiências de mais de 20 ou 30 anos atrás.

Clique abaixo para aprender como Fazer Seu Currículo: CheckList Grátis com 60 Ajustes Rápidos no CV:

Como Fazer Seu Currículo: CheckList Grátis com 60 Ajustes Rápidos no CV

Lembre-se, a questão de esconder a idade não é para enganar o recrutador, afinal, na entrevista ela vai descobrir, mas para colocar o foco no que realmente importa: sua capacidade de realizar o trabalho com a agilidade e qualidade que a posição exige.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails