Escassez de mão-de-obra: O desespero começa a bater à porta das empresas

Esta é uma das maiores reclamações hoje em dia de quem está buscando uma recolocação no mercado de trabalho: Como há tanta falta de profissionais no mercado se as empresas exigem tanto para contratar? Uma coisa não estava batendo aí. Gente sendo preterida por conta de pequenos detalhes, deixando as vagas abertas. O currículo atende mas mora fora do raio de 15 km da empresa? não se formou na escola X? passou dos 40 anos? Ah, desculpe, seu currículo ficará em nossa base para futuros processos de seleção.

Mas com base na pesquisa da empresa Human Brasil,  especialista na seleção e recrutamento de talentos, formação, desenvolvimento e consultoria estratégica de pessoas nas organizações, parece que as empresas passaram dessa vez a sentir realmente a falta de profissionais no mercado de trabalho. Prova disso é que, segundo a pesquisa, fluência em idiomas, pós-graduação e experiência na área não são mais imprescindíveis na hora de contratar, para muitas empresas. As exigências diminuíram em 60% dos casos entre as empresas pesquisadas. É igualmente importante ressaltar que falta de profissionais ocorre em todo o território nacional.

A pesquisa ainda confirma que o mercado para os profissionais de TI continua fervendo de oportunidades:

“A carência é especialmente de técnicos, engenheiros e profissionais de nível operacional. Faltam, por exemplo, gerentes de projetos, operadores de produção e trabalhadores em geral da área de tecnologia de informação.” Com esse cenário, que se arrasta desde o segundo semestre de 2010, as organizações acabam tendo que investir em treinamentos de capacitação desses novos colaboradores.

Antes, as empresas tinham uma situação de falta de profissionais, porém descartavam candidatos por exigências até descabidas para quem declara aos quatro ventos por aí que está deixando de crescer por falta de gente, como jácitamos aqui. 

Ora, se falta profissional realmente, por que não contrata um candidato próximo do perfil e não o treina para complementar o que falta? A mensagem estava clara para muitos que até então a situação não estava tão crítica para as empresas quanto muitas notícias afirmavam por aí. Isto está bem claro na enxurrada de comentários nos fórums de discussão do LinkedIn e várias outras redes sociais e fórums na internet.

As empresas deixavam vagas abertas por até meses. Porém, a situação agora parece ser bem mais favorável para você que busca uma nova oportunidade no mercado, e que, portanto, deve ficar mais atento ao movimento. O desespero está batendo nas empresas, e parece ser o momento do “agora ou nunca” , um momento singular para você poder negociar melhores salários e benefícios. O Brasil segue crescendo e tem muita empresa acordando para o prejuízo causado pelas suas exigências ao aumentar suas equipes de trabalho. O povo agradece.

Os dados da pesquisa foram divulgados pelo site ConvergênciaDigital.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Discussão

  1. Jober
  2. Vinicius
  3. João Sobreira
  4. Joel Mazui
  5. eduardo
  6. Marcelo