Entregando resultados: O que seu chefe espera de você?

Entregar_resultados_carreira

Uma pesquisa recente realizada pela Catho, com 16.207 participantes, entitulada “A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros 2009” traz alguns dados importantes, entre esses algumas das principais causas de demissão:

  • 25,2% dos profissionais são demitidos por não trazerem os resultados esperados para as empresas;
  • incompetência técnica;
  • mau relacionamento com o grupo

Embora o foco da pesquisa sejam os executivos, nunca é demais a atenção dos demais níveis da organização para essas questões, que são mais que comuns como justificativas de demissão, ou na melhor das hipóteses um congelamento no salário e na delegação de funções e projetos relevantes na empresa. Atentando na questão de entrega de resultados, podemos extrair algumas reflexões nesse sentido:

Antes de tudo, o que seu chefe espera de você?

Porém, para se entregar um resultado esperado deve-se primeiramente saber o que se espera do funcionário. Parece óbvio, mas está longe de ser na prática, a bem da verdade. Um grande desafio a ser cumprido pela gerência é estabelecer metas bem definidas de curto, médio e longo prazos. Se não há nem ao menos um alvo definido, como se presumir de que há alguma chance de acertar?

Muita gente é mandada embora sem ao menos saber quais são as deficiências que levaram a isso, o que considero no mínimo desumano. O capitalismo não precisa ser tão frio assim, imagino…

Definido o plano, elabore seu plano pessoal de ação e mãos à obra!

Por outro lado, uma vez definidas as metas individuais, cabe a cada profissional assumir a responsabilidade total pelos resultados, admitir os possíveis erros (o que representa uma grandeza de caráter ainda que essa atitude não se traduza nos valores monetários esperados pela empresa) e corrigindo rotas, sempre envolvendo a gerência quando necessário.

Tome coragem de conversar com seus superiores para alinhar as expectativas com relação ao trabalho desempenhado. Uma atitude ativa é típica de quem gerencia a própria carreira, e você não vai querer deixar algo tão importante nas mãos dos outros, certo?

E tem mais: Não ache que seu chefe lhe entendeu, tenha certeza. Para isso formalize as decisões, escreva, documente. Pequenos (e importantes) detalhes como esse que ajudam com que não façamos parte de estatíticas como essa da Catho.

Mais detalhes da pesquisa da Catho neste link.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *