e-commerce no Brasil: a hora e a vez dos pequenos empreendedores na web

O comércio eletrônico no Brasil está com tudo. Segundo o e-bit, consultoria de referência no fornecimento de informações sobre o e-commerce nacional, mais de 86% dos consumidores online aprovam o comércio eletrônico brasileiro, um nível de aprovação bem próximo de países como os EUA. Isso mostra a maturidade do setor, que tem atendido às maiores expectativas dos consumidores brasileiros.

empreendedorismo na web

A hora e a vez dos pequenos empreendedores na web

A eCommerceOrg apresentou uma análise de dados da consultoria e-bit que mostra um dado importante: apesar da grande concentração de market-share entre poucos grandes varejistas, houve uma queda no market-share dessas grandes e um aumento nos valores de participação dos pequenos empreendedores na web (tendo como base o 4º trimestre de 2007 comparado com o mesmo período de 2008). Veja os dados:

concentracao-ecommerce

Os pequenos empreendedores começam a ganhar a confiança do consumidor, e isto é um ótimo sinal, e animador para quem pensa que tamanho é tudo.

Chegou a hora de ter meu próprio negócio na web?

Talvez você esteja se perguntando se esta não é a hora de realizar aquele sonho antigo de ter um negócio na web. Com algum dinheiro, um endereço na internet e uma solução pronta de e-commerce  entre as milhares existentes hoje na internet e você já pode ser considerado um empresário na Web, dono de seu próprio negócio, quem diria hein?!

Mas montar uma loja virtual não é tão simples quanto parece. Tirando a parte técnica, é claro, já que hoje em algumas horas você coloca um site de e-commerce mesmo sem conhecer muita coisa sobre tecnologia e exatamente nada sobre linguagens de computador.

O resultado é o surgimento de muitas lojas virtuais por aí, bonitas, com ótima navegabilidade e design, mas como serão suas vendas? A concorrência é muito grande dada a facilidade de abrir um negócio desse tipo conforme dissemos acima.

Portanto vá com muita calma, as diferenças de um negócio “real”, com ponto fixo, aluguel, altos impostos em comparação com um negócio virtual  acabam por aqui:

Logística, web marketing, segurança, atendimento ao cliente, estoque otimização, e claro, algum diferencial que chame a atenção de potenciais clientes. Esses são só algumas das preocupações diárias de um empreendedor que busca um lugar ao sol na web.

Agora, se você realmente quer começar com o pé direito, comece por montar um bom plano de negócios (baixe o software grátis para elaborar o plano de negócios), que é quem vai determinar a viabilidade de seu negócio, suas chances reais de sucesso. Afinal, nem todo o mundo tem dinheiro suficiente para ficar recomeçando entre um tropeço e outro, não é? 🙂

Vale à pena conferir o artigo do eCommerceOrg sobre o avanço do empreendedorismo na internet .

Outro recurso interessante divulgado pelo IDGNow é o seminário gratuito pela web entitulado como “Os maiores desafios de varejistas tradicionais ao lançar uma Loja Virtual” promovido pela Ikeda com orientações importantes para aqueles que já têm um negócio tradicional e pretendem montar um e-commerce.

E você, já está pensando em montar seu negócio na web? Se já tem algum, qual tem sido a maior dificuldade?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Nenhuma resposta

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook Grátis: O Segredo para conseguir os melhores empregos

Atenção: Edição por tempo limitado!