Demissão no emprego – como lidar estrategicamente com esse momento delicado

Demissão é um assunto chato demais de tratar, mas que em tempos de crise mundial é um fato que se torna cada vez mais frequente – e mais relevante ainda sua discussão. Mesmo aqui no Brasil, onde tentamos resistir mais aos efeitos da crise, que ainda não chegou com tanta força, (que é o que esperamos muito que não ocorra), começam a pipocar aqui e acolá notícias de demissão em massa em outros setores importantes da economia (a exemplo do automobilístico). No setor de TI, apesar da propalada alta demanda, não significa que não haverão demissões pontuais, pelo contrário…

Corte de custos, extinção de departamento, fusões, terceirização ou mesmo da empresa ou filial na região, problemas de relacionamento ou ainda de performance no trabalho, não importa o motivo, demissão é demissão e alguns sentimentos muito comuns são consequência desse triste evento, como sentir-se deprimido, incapaz tecnicamente, revoltado com a vida e por aí vai…

Um especialista em recolocação profissional, em artigo do UOL, selecionou algumas dicas para facilitar a busca de emprego e deixá-lo mais próximo da recolocação, Compartilho desse artigo os pontos abaixo, veja:

1 – Controle os gastos: o momento é de economia. Aproveitar o tempo livre e a perspectiva de um novo cargo para fazer cursos é o impulso natural, porém, evite dispersar sua reserva financeira em atividades que, muitas vezes, não são necessárias. O aprimoramento é válido, mas, se desejar fazê-lo, procure por capacitações realmente importantes para a sua área de atuação. Também tenha muito cuidado no momento de planejar as contas. Faça o possível para saber se não sentirá a ausência do dinheiro mais tarde.

2 – Aproveite para refletir: por que perdeu o emprego? O que poderia ter feito para garanti-lo? Qual é o seu maior potencial? Que perfil profissional gostaria de ter? Qual cargo ou empresa é compatível com tal perfil? Na busca, você precisará ter consciência do seu diferencial, para deixá-lo à vista dos empregadores. Visão de futuro também é essencial para ir diretamente atrás do que deseja, ao invés de ficar procurando oportunidades sem ter certeza do que quer encontrar.

3 – Prepare-se para as oportunidades: reveja seu currículo, atualize-o com informações pertinentes à sua área de interesse e procure dicas de como obter sucesso em uma seleção ou uma entrevista. Quando a chance surgir, esteja pronto para consegui-la.

4 – Contate sua rede: não fique constrangido em pedir indicações. Seu novo cargo não cairá do céu e, muitas vezes, as melhores oportunidades vêm por recomendação. Se ampliar sua busca, terá mais chances de encontrar uma vaga. Afinal, mesmo que você não seja indicado por alguém, as pessoas saberão que está à procura de emprego e, se elas virem uma oportunidade, pensarão em você.

Humildade – Considero essa uma das características principais para que um profissional possa dar a volta por cima e a chave que permeia os pontos listados acima. Não tenha receio de assumir essa situação momentânea na carreira e compartilhar com amigos. Ela lhe permitirá que enxergue os próprios erros (ainda que aja erro da outra parte também).

De resto, muita calma nessa hora, mantenha a cabeça fria e tente entender todo o seu processo de demissão. Um processo desses geralmente não é rápido e compreender o ocorrido pode ser de grande valia para as próximas experiências na carreira. E caso não seja você o demitido mas algum conhecido seu, tente não julgar, pois é a última coisa que seu colega precisa nesse momento difícil. Uma boa coisa a fazer seria compartilhar um artigo como este, certamente ele lhe seria grato pela simples, mas valiosa ajuda!

Afinal, a demissão pode acontecer a qualquer um de nós, por muitas vezes, como colocamos, devido a situações que fogem ao nosso controle…

As dicas em destaque acima são de artigo do UOL.

 

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *