Curso grátis da EMC ajuda a impulsionar a carreira de Cientista de dados no Brasil

Se é insuficiente ou não o número de vagas disponibilizadas pela EMC para um curso grátis sobre Big Data, gigante global de peso no mundo de armazenamento de dados, não sei, mas o fato é que tem muita importância no sentido de fomentar uma cultura de estudo de dados no Brasil, tão pobre que é hoje.

O lado positivo é que o pessoal de TI tem se mostrado bem ligado nessa tendência. Veja os números do curso, conforme publicação do site Convergência Digital:

Conhecida como a  primeira edição do Summer School on Big Data, da EMC, no Rio de Janeiro, teve que ampliar o número de vagas de 60 para 160, em função da grande procura dos especialistas de TI e de outras áreas de especialização. “Mais de 700 profissionais se inscreveram”, diz Karen Breitman, responsável pelo centro de pesquisa da EMC no país.

A demanda foi bem acima da esperada pela companhia. “Houve muita procura. O big data está, de fato, mobilizando os profissionais. Todos querem aprender a lidar com as informações”, acrescenta a cientista. Num primeiro momento, o curso teria apenas 60 vagas. Mas para atender parte da demanda – esse número foi elevado para 160.

O curso, gratuito, acontecerá de 4 a 7 de fevereiro de 2013, no Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com a participação de professores e especialistas em dados e big data.

O ânimo dos organizadores foi tal que uma nova edição deve pintar por aí, conforme disseram na publicação. Está aí um bom motivo para acompanhar de perto o site da companhia, twitter, enfim, não pode dar mole porque mesmo pagando caro, é difícil encontrar turmas fechadas para esse tipo de curso ainda no Brasil (claro, fique a vontade para me contrariar e apresentar alguma boa opção que conheça para os leitores aqui do site, ok? 😉 )

Esse mundo ainda tem muito espaço a ser explorado e descoberto, pois as novidades tecnológicas não se desenvolvem nem de perto se compararmos com a velocidade e  volume descomunal de dados gerados na internet, com todo mundo cada vez mais conectado e interagindo na rede com todo tipo de mídia. Tem, sim, trabalho para muita gente e por muitos anos…

Outra estatística interessante:

Estudo divulgado pela EMC, nesta terça-feira, 11/12, prevê que o universo digital chegará a 40 zetabytes até 2020, sendo que 2,8 ZB de dados serão criados e replicados somente em 2012. E que apenas 0,4% dos dados mundiais são analisados, de um potencial de 30% de informações para serem trabalhadas.

Dica de ouro: siga de perto os sites e redes sociais dos fabricantes de hardware e software, cujas empresas você gostaria de fazer um curso. Quando sai notícias como esta na mídia tradicional, raramente terá sobrado alguma coisa quando você acessá-la.

Oportunidades de ouro e ao mesmo tempo de graça…difícil de aparecem outras em curo espaço de tempo, e quando aparecem…já viu o resultado, cochilou, cai o cachimbo, como diz o dito popular.

Muita informação para processar, não é? Bem, espero que ao menos este pedacinho de informação que compartilho com você sirva como inspiração para sua conquista profissional na carreira!

Os destaques desta notícia são do site Convergência Digital.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *