crimes on-line cresce entre ex-funcionarios de TI

seguranca_informacao

Que o crime on-line segue crescendo, isto não é novidade para ninguém, mas a incidência maior entre ex-funcionários de empresas de TI está chamando a atenção de especialistas. O estudo foi feito pela CISCO, em relatório a ser divulgado ainda nesta semana mostra essa tendência.

Segundo informações do relatório, os profissionais com habilidades em redes devem ter atenção especial, um maior controle sobre seus acessos, devido ao nível de seus conhecimentos sobre a infraestrutura de TI da organização, incluindo-se suas vulnerabilidades.

No nosso artigo anterior, que apresenta uma pesquisa sobre o tempo ideal para se permanecer em um emprego, discutimos algumas situações que levam os profissionais de TI a ficarem mais ou menos tempo em um emprego. Interessante as opiniões publicadas por muitos colegas da área sobre esse assunto no fórum CWConnect, da ComputerWorld, vale a pena dar uma olhada pois é um gancho para este assunto.

E esse interesse das empresas em ter equipes mais estáveis em termos de permanência no emprego tem tudo a ver com a crescente preocupação com a segurança de informações que, se vazadas, põem em risco a continuidade dos negócios.   

A ocasião, criada pela crise interna de gestão nas organizações e crise externa, (juntamente com a falta de ética de muitos profissionais) faz o ladrão, portanto cabem as empresas agirem rápido na mudança de suas culturas de RH, porque pior inimigo é aquele que ataca do lado de dentro da empresa, que conhece os atalhos obscuros para se chegar a informações valiosas.

Quanto aos motivos que levam muitos ex-funcionários de empresas de TI (e até funcionários e consultores descontentes) cometerem esse tipo de crime são aqueles bem conhecidos de quem trabalha na área: falta de reconhecimento, falsas promessas, problemas pessoais com outros colegas, falta de vínculo emocional com a empresa (que só se cria com o tempo), e uma série de outros que você poderia me ajudar a listar com facilidade.

Divulgação da notícia pela Globo.com

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails