Brasil: O mercado de TI que mais cresce na América Latina e o 3º no mundo

O pessoal de TI pode comemorar. O Brasil , segundo o Gartner, respeitado instituto de pesquisas, o setor de TI brasileiro deve ser o terceiro que mais crescerá no mundo em 2012, perdendo apenas para Índia e China. Considerando que são países com população maior que 1 bilhão de habitantes, nada mal ficar atrás deles. Por outro lado, na América Latina, somos os líderes no ranking de crescimento, entre os mercados relevantes no setor de TI. O que isto significa? Mais empregos, melhores salários e benefícios, melhores condições de trabalho, e por aí vai.

Veja mais detalhes desses números abaixo:

A América Latina deverá ter uma desaceleração no mercado de Tecnologia da Informação (TI) mas, graças ao papel do Brasil, essa freada não será mais brusca. Essa é a análise da empresa de pesquisas em TI Gartner, que descreveu o cenário nacional do setor como o terceiro que mais crescerá em 2012. “China e India crescerão mais, mas o Brasil deve ser ainda um dos que mais crescerão no ano que vem”, disse o vice-presidente de pesquisa da empresa, Peter Sondergaard.

Ainda de acordo com os pesquisadores da Gartner, o Brasil será o único país com mercado relevante na América Latina a registrar crescimento. Enquanto o México deverá ter uma diminuição no crescimento de 3,9% (2011) para 2,5% (2012), em parte por sua proximidade com os EUA, que enfrentam recessão. O Brasil terá um ganho de 0,3 ponto percentual, saindo de 3,6% (2011) para 3,9% (2012), de acordo com as projeções. A Argentina terá uma perda grande, saindo de 6,9% (2011) para 3,6% (2012).

Segundo as projeções, o Brasil aplicará US$ 143,8 bilhões em TI no ano que vem. O número representa um ganho de 10% sobe os US$ 130,6 bilhões movimentados em 2010. Os executivos ainda apostaram que a banda larga fixa deve ficar limitada aos problemas de infraestrutura, mas a banda larga por plataformas móveis devem se tornar uma aposta do setor. De acordo com Sondergaard, os tablets crescerão na preferência do consumidor brasileiro. “A classe média emergente provavelmente deve usar o tablet para acessar as mídias sociais”, afirmou Sondergaard durante o simpósio do Gartner em São Paulo. Eventos como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 devem impulsionar a demanda.

Apesar dos escândalos diários na nossa política, da formalização da corrupção, de tanto que ouvimos falar sobre isso todos os dias, o Brasil vai crescendo. E com orgulho que destacamos nossa área como o carro principal dessa locomotiva. A popularização do computador e da internet tem levado o povo a um maior acesso à informação (coisa que nossa educação não dá conta, e não por falta de dinheiro…), fazendo-o aos poucos melhorar seu nível de exigência e conhecimento de seus direitos.
Isso impulsiona a educação, de uma forma ou de outra, queiram os políticos ou não. E lá na frente, com o passar dos anos, com o aumento do nível escolar da nossa população, os corruptos serão cada vez mais caçados e extirpados do nosso governo. E isso não é apenas um sonho, é uma consequência natural do esclarecimento da população.

A educação encontrou pela Tecnologia, um caminho menos espinhoso para chegar a todo o país. E isso só tende a crescer. Por isso, devemos comemorar muito o destaque que o mercado de TI alcançou nos últimos anos no Brasil.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Uma resposta

  1. Charles Schneider

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *