Área da Saúde também sofre com a falta de profissionais de TI

Quando atuei no segmento da saúde na área de Tecnologia entre 2001 e 2004, já havia uma disseminação considerável do uso da Tecnologia da Informação, ainda que não seja nada comparável a escala com que esses processos estão presentes hoje em termos de abrangência nacional. Ou seja, aqui ou acolá um ou outro centro mais avançado dispunha de recursos, sejam públicos ou privados, para manter uma estrutura de TI condizente com a nova realidade de demanda dos usuários.  A maioria das unidades de atendimento à saúde não passavam nem perto de procedimentos informatizados.

Mas os tempos são outros. Mesmo que o lapso de tempo desde quando comecei, é notório a velocidade com que a Saúde está absorvendo a tecnologia, de modo que podemos facilmente considerar que os sistemas hospitalares hoje são pontos vitais para se garantir um atendimento ágil e de qualidade para os usuários. Tanto é assim que aqueles quebra-galhos que metiam o bedelho para dar suporte ao colega usuário se especializaram e hoje temos departamentos especializados e maduros de TI em hospitais e até clinicas, coisa antes impensável pelo custo que a TI representava em todos os seus aspectos.

O reflexo no aumento da demanda de profissionais de TI capacitados para esse imprescindível setor econômico/social não poderia ser diferente. Na minha época se pagava bem abaixo para o profissional de TI na área da Saúde em comparação com outros setores, mas vejo um movimento bastante diferente atualmente, e para melhor. A notícia abaixo confirma isso:

O emprego de tecnologia da informação em todas as camadas das instituições de saúde tem criado uma nova demanda por profissionais especializados na área. Mais do que um técnico ou analista de sistema, este profissional tem entender das especificidades do setor. A demanda criada pela indústria de soluções em TI e por hospitais públicos e privados cresceu de tal forma que, hoje, um profissional recém- formado em informática em saúde recebe até R$ 5 mil de salário inicial. “Há, no Brasil,  cerca de sete mil instituições de saúde e menos de 5% delas estão informatizadas.

Por outro lado temos a indústria de software, soluções e consultoria em TI que também busca esses profissionais. Falta gente para atender a essa demanda”, enfatiza o diretor de ensino da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (Sbis), Renato Sabbatini.Para a consultora de informática em saúde, Beatriz Leão, a falta de reconhecimento do informata em saúde como um profissional interdisciplinar, prejudica no processo formação, uma vez que faltam políticas de incentivo como bolsas para pesquisa científica para que eles possam colaborar com a implementação de sistemas no setor.
Por ser um profissional raro no mercado, uma das soluções do setor para sanar esta demanda é a capacitação profissionais de TI nos processos hospitalares e a qualificação de profissionais de saúde em tecnologia. De acordo com a CIO do Hospital Sírio Libanês, Margareth Ortiz, além da dificuldade de encontrar pessoas para o setor, reter estes profissionais tornou-se um grande desafio para os hospitais.

“Existe uma tendência de comparar salários de hospitais para hospitais, e isso é um problema, pois na verdade quem vai roubar o profissional das instituições de saúde são as grandes empresas de TI. Uma solução para isso é estabelecer políticas eficientes de RH e ter salários compatíveis com o mercado que não seja o de saúde”.

Há grandes players no mercado de ERP para área da Saúde, os sistemas vem se especializando cada vez mais, facilitando a vida do usuário final e em contrapartida aumentando a complexidade dos sistemas. Falta gente disposta a mergulhar nesse mundo peculiar em termos de processos. Quem vislumbrar, planejar bem a carreira e direcionar seus esforços com bastante objetividade pode encontrar um bom lugar ao sol.

O destaque da notícia acima sobre a demanda de profissionais de TI na Saúde foi divulgada pelo ITWeb

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

5 Comentários

  1. Ke
  2. Artur
  3. Vinicius
  4. Vinicius
  5. João

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook Grátis: O Segredo para conseguir os melhores empregos

Atenção: Edição por tempo limitado!