A moda e a utilidade dos maravilhosos gadgets: Até onde vale a pena gastar?

gadgets_como_escolher

Você é viciado nas últimas tecnologias? Sempre procura adquirir aquele último gadget, o lançamento do momento? Você sabe, aquele cara que sempre é um dos primeiros da turma de amigos a aparecer com a última tecnologia de massa e sai logo atualizando os colegas.

Talvez você não é um desses viciados em tecnologia da moda, mas até se sente um pouco para trás, desatualizado, quando seu amigo aparece com o deslumbrante gadget para leh mostrar como funciona…

Esse comportamento é bem explicado pela psicologia, quando nos diz que ainda que não sejamos explícitos em palavras, em nossas atitudes procuramos seguir a onda do momento ao adquirir o que nosso circulo social adquire para que continuemos no grupo (embora nunca tenhamos sido expulso deles).

Dito isto, cabe um alerta, especialmente para você, amigo, que passa por aqui no blog vez por outra com o objetivo único de aprender e compartilhar dicas e assim desenvolver sua carreira profissional:

CUIDADO com os modismos. Embora seja óbvio, não é fácil. Isto serve tanto para gadgets como até mesmo para cursos regulares, treinamentos e certificações.

Quanto aos gadgets, pense cuidadosamente no que precisa. Tem que ser o último processador? Tudo isso de memória? Tem que ser daquela marca top de linha? São várias perguntas que podemos fazer que podem ser cruciais para que não gastemos mais nem menos do que precisamos para atender nossas necessidades.

A menos, é claro, que você consiga manter suas necessidades regulares no que diz respeito ao seu desenvolvimento pessoal e profissional e ao mesmo tempo estar na moda tecnologicamente falando, o que é algo para poucos. Gadgets, especialmente os recém-lançados, no Brasil, são bastante caros, graças a desestimulante política de importação desses produtos. Infelizmente não é uma questão de querer ou não andar com a última palavra em tecnologia no bolso.

Por isso, se você não faz parte deste pequeno grupo de privilegiados, procure analisar suas reais necessidades ao adquirir este ou aquele gadget. Costumamos gastar em muitos recursos que não utilizamos e isto tem um impacto tremendo em nosso desenvolvimento profissional. Quer ver?

Uma versão superior de processador ou memórias adicionais no seu gadget significam parcelas maiores de pagamento (se for a prazo) que por sua vez poderiam ser convertidos em assinaturas de excelentes periódicos especializados na sua área de atuação. Não seria mais útil para a sua carreira?

Eu mesmo já me vi nessa situação e tive que reconsiderar algumas atitudes nesse sentido. A questão não é qual atitude é certa ou errada, isto vai da prioridade de cada um, mas o mais importante é tomar a decisão de forma consciente, sabendo que isso poderá afetar sua renda durante um bom período de tempo ao adquirir algo que vai muito além de suas necessidades, e pior, frear o desenvolvimento de sua carreira, pois esse dinheiro poderia ser investido em outra opção mais produtiva.

Para auxiliar você na escolha entre alguns dos gadgets mais comuns, veja o artigo do IG Tecnologia. Pense mais um pouco, não vai custar nada…

E você, já se arrependeu também, como eu, de ter seguido alguma onda tecnológica e comprado algo além de suas necessidades?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails