5 passos para avaliar as metas de sua carreira profissional deste ano

Estamos no meio do ano…como passa rápido, não é? Tudo isso graças `a quantidade absurda de informações a que somos expostos todos os dias, seja no trabalho ou fora dele.

Muita coisa  para ver, pensar e decidir e comparativamente, menos tempo para tudo isso. Aí fica assim, o tempo passa mesmo e deve passar mais rápido ainda com a velocidade da informação batendo recordes todos os anos…

Bem, mas por que estamos falando nisso ? Na verdade quero lembrá-lo, no meio de toda essa loucura do dia-a-dia, dos planos que voce traçou lá no começo do ano para sua carreira… Como se sente em relação a eles?

Um emprego novo, um diploma, uma promoção, uma especialização no idioma…o que quer que seja. O que importa mesmo é: Como quero estar no fim do ano?

Para lhe ajudar a chegar no fim do ano com aquele sentimento bom de dever e metas cumpridas, seguem abaixo alguns passos que utilizo e que podem norteá-lo nesta questão:

1 – Quais são minhas metas deste ano mesmo?

Você tem suas metas `a sua vista? Tem pensado sobre elas de vez em quando? Se as perdermos de vista, com mais facilidade as esqueceremos e sucumbiremos a problemas do dia-a-dia que não contribuem para suas conquistas. Por isso, deixe-as em lugar visível para que tenha que olhar para elas eventualmente. Isso vai reforçar o compromisso que fez consigo mesmo.

2 – Até onde cumpri até agora?

Entenda quais delas cumpriu plenamente até o momento, as que cumpriu parcialmente e se proporcionalmente deverá concluí-la até o fim do ano. Avalie: Estou dentro do prazo? E quanto as metas não iniciadas ainda, estou atrasado em relação ao prazo de início previsto?

3 – Quais os maiores problemas que me impediram de atingir as metas programadas?

Quais os maiores problemas que impactaram negativamente na conclusão das metas programadas? Uma mudança ou perda de emprego, a compra de um carro sem planejar… Há problemas que são de nossa responsabilidade direta e outros que fogem ao nosso controle. É importante separar isso para que perceba se estamos nos boicotando ou não ao tomar atitudes conflitantes em relação ao nosso planejamento.

4 – Quais as metas que devo manter até o fim do ano? Devo trocar ou incluir novas?

Nossa carreira é dinâmica e durante um ano muita coisa pode mudar. Por isso, é perfeitamente normal ter que mudar alguma coisa em nosso planejamento de começo de ano. O segredo é perceber isso logo de modo a não despediçar energia com metas obsoletas.

Exemplo: você estuda inglês para atender uma meta estabelecida inicialmente, mas mudou de emprego no decorrer do ano, e na empresa atual é prioritário que você aprenda ou melhore seu nível de espanhol. Caso não tenha tempo para os dois idiomas, não seria mais produtivo rever a meta do inglês e priorizar o espanhol?

Afinal, de que adianta cumprir metas apenas por cumprir, mas que nada agregam ao sucesso da carreira?

5 – Revisando…para cada meta, o que preciso fazer para atingí-la até o fim do ano?

Depois de revisar as metas e fazer as trocas necessárias, é preciso fazer um detalhamento das tarefas a serem realizadas para alcançar o planejado. Por exemplo, se você pretende chegar ao nível avançado de inglês até o fim do ano, pode chegar a conclusão de que deve, durante esse período e levando em conta seu nível de inglês atual, estudar uma hora por dia além de fazer um curso regular de inglês de três horas por semana.

 

É isso aí, o mais importante é entender que sem disciplina não se seja a lugar algum, sendo portanto o ingrediente principal desse planejamento.

Uma pitada de ambição també faz bem. Sonhe alto para alcançar mais no fim. Ao detalhar os passos que precisa seguir para atingir cada uma delas, saberá se está sonhando alto demais, mas não seja muito modesto neste ponto.

E você, como tem caminhado com suas metas?

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *