4 Dicas para Vender sua Imagem Profissional e Conquistar aquela Vaga

Por que parece tão difícil vencer a concorrência na busca daquela vaga tão sonhada? O que estou fazendo de errado? Meu perfil profissional tem tudo a ver com vaga, mas COMO nunca sou chamado para uma entrevista? Ou quando isso acontece, não passo da primeira… ?
Essas perguntas borbulham na cabeça de muita gente (sim, já aconteceu comigo também), tiram o sono e afetam nossa auto-estima. O resultado é que se não trabalharmos essa situação corretamente, ela tende a piorar pois nos sentiremos mais pra baixo, desanimados e mais fracassos tendem a ocorrer, afinal aumentam-se as dificuldades de se lidar com essa situação, tornando-se um ciclo vicioso.
O site convergencia digital divulgou 4 dicas que gostaria de compartilhar com você, além de ainda adicionar alguns comentários sobre elas. Dicas que vão dar um upgrade na sua imagem e postura enquanto busca um novo emprego ou mesmo uma promoção na empresa atual (veja meus comentários em itálico):

1. Crie um supercurrículo

Um bom currículo tem no máximo 2 páginas e precisa se destacar imediatamente dos outros milhares que chegam às mãos dos recrutadores. Para fazer isso, invista em um bom e limpo design. Liste todos os seus grandes feitos profissionais e experiências passadas, com o maior número de dados que puder disponibilizar (crescimento de vendas, redução de despesas, etc.).

Se estiver em busca de diferentes vagas em uma mesma área, crie currículos distintos para cada setor e lembre-se que customização e personalização neste momento são ainda mais cruciais. Enumere suas principais habilidades, interesses e busque conectá-los aos valores, princípios e missão das empresas em que deseja trabalhar.

Customizar seu currículo é a chave, quanto mais você customiza tendo em vista uma determinada empresa, mais seu currículo será notado dentre os demais por apresentar um perfil mais alinhado as necessidades da vaga e cultura da empresa.

2. Cuide bem da sua marca pessoal

Especialmente em tempos de economia desaquecida, é fundamental trabalhar bem o seu posicionamento social. Revisite ainda hoje os seus perfis nas principais redes sociais e faça todas as modificações necessárias, inclusive apagando aquelas fotos e postagens que em nada ajudam a criar uma boa imagem profissional. Dê especial ênfase ao seu perfil na mais importante rede profissional do mundo, o LinkedIn.

Mantenha o lado pessoal e profissional separados (não confunda LinkedIn com Facebook e vice-versa). Divirta-se se Facebook mas sem perder de vista sua imagem profissional, o que significa dizer que em todas as suas postagens no facebook, tente refletir alguns instantes sobre o que uma empresa pesquisando sobre seu perfil na internet pensaria se tivesse acesso as suas postagens (o que é provável que terá).

3. Liste as empresas em que gostaria de trabalhar

É bem possível que você esteja aí pensando: a situação já está difícil, e aí vem o José Ricardo me dizer que preciso listar as empresas em que sonho trabalhar? Sim, é isso mesmo. Depois de selecionar as companhias preferidas, estude tudo o que puder sobre elas, seus principais líderes e busque conectar-se com pessoas que possam te ajudar a chegar aos líderes de RH e Recrutamento. As melhores empresas e os melhores líderes continuam em busca de profissionais que se identifiquem com a missão, visão, valores e propósito. Seja proativo(a)!

É impossível focar em tudo (senão não seria focar 🙂 ) então faça sua lição de casa e liste empresas que se encaixariam no seu perfil. Dessa forma você será mais assertivo na sua preparação em busca de uma nova colocação.

4. Venda-se com maestria!

Enxergue-se (como verdadeiramente o é) como o seu melhor e mais valioso produto! E para vender este super produto chamado “Você”, tenha convicção ao se comunicar e conhecimento pleno dos seus grandes pontos fortes. Busque o tempo todo conectá-los aos desafios que são apresentados para o cargo que você busca no mercado.

Foque o quanto puder nos benefícios que a empresa que te contratar irá obter, para, assim, fugir da tão famigerada briga pelos mais baixos salários que as empresas estão tão focadas. Vá para as entrevistas tendo conhecimento amplo de tudo o que cerca aquela empresa específica: vendas, desafios, concorrentes, sonhos, missão, valores, propósito, principais concorrentes, etc. Lembre-se sempre do precioso ensinamento de Benjamim Franklin: “A falha na preparação é a preparação para a falha”.
Fonte: Convergência Digital

Esteja preparado para convencer a empresa de que você é a pessoa certa para suprir suas necessidades e anseios. Vigie sua postura para que mostre firmeza, confiança em suas declarações. Muitas vezes criamos resistência ao termo “vender” devido a experiências ruins que tivemos nesse sentido (quem nunca foi ou conheceu alguém enganado por um vendedor?) e então acabamos ignorando a importância de preparar-se como um vendedor. Aliás existem ótimos livros sobre técnicas de vendas no mercado onde você pode aprender dicas interessantes para aplicar nas suas entrevistas, vale a pena checar!

E você, como tem se preparado para os desafios no mercado de trabalho? Acredita que tem vendido sua imagem durante sua busca de emprego de forma convincente? Qual o maior desafio que você tem enfrentado nesse sentido? Dê sua opinião na seção de comentários abaixo!
Ser um ótimo profissional com péssima argumentação não levará você muito longe, pense nisso…

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *