4 dicas de como recuperar sua imagem perante a chefia depois de pisar na bola

 

Errar no ambiente de trabalho não é coisa de outro mundo, todos estamos sujeitos. Porém, há erros que geram grandes prejuízos para a empresa e consequentemente para seus superiores, chegando até a afetar o bolso deles (cancelamento de bônus, por exemplo). Aí, meu amigo, a coisa fica feia. Talvez até se sobreviva a uma demissão, mas às vezes era melhor ser demitido mesmo, tamanha a pressão psicológica que o profissional tem que suportar.

Segue-se uma fritura ,proposital ou não, mas certo é que é preciso muito sangue frio nessa hora e tempo para refletir, tentar deixar os impulsos de lado. Nesta hora é preciso pensar o que se pretende fazer. Talvez o profissional veja que seu ciclo na atual empresa terminou depois de tantos desencontros com a chefia. Então o tom da conversa deve ser outro, ou talvez nem haverá, a não ser uma última de despedida depois que o profissional encontrar nova oportunidade.

Agora, caso se pretenda continuar na atual empresa ou cargo, será preciso uma boa estratégia para limpar a barra, e que deve fatalmente levar algum tempo e exigir muita paciência. E as dicas encontradas no artigo da Exame, as quais destaquei abaixo e grifei os pontos que considero mais importantes, são de grande ajuda nesse momento tão difícil, veja:

1 – Espere a situação se acalmar

Segundo Romaly, a primeira coisa a ser feita é deixar todos os envolvidos respirarem e a situação esfriar. Para ela, não adianta tentar resolver confrontos de cabeça quente: “O jeito é dar uma de submarino, sabe? Sumir.”, brinca. Por um tempo, claro.

2- Chame o chefe para uma conversa

“A melhor maneira de resolver uma situação dessas é conversando abertamente sobre o que aconteceu”, explica Romaly. A especialista conta que a fórmula é simples: assumir o erro, pedir desculpas e prometer que aquilo não vai se repetir. “Não tente justificar seu erro, a pessoa se arma quando vê alguém se justificando. Apenas assuma o que fez”, reitera.
Durante a conversa, é essencial que você deixe seu chefe falar tudo que ele quiser sem interromper. “Interrupções já são uma quebra na etiqueta, nesta situação, então, elas só podem piorar as coisas”, diz a especialista.
“É importante pensar se você quer ganhar a briga ou resolver a questão”, explica Romaly. Ela lembra que às vezes é melhor ouvir o que o chefe tem a dizer e assumir a culpa do que tentar confrontá-lo ou mostrar o porquê você está certo. “Nós convivemos muito com nossos chefes, e vivemos em rede, todo mundo conhece todo mundo na profissão. Não dá para ter ego nessa hora”, conta a professora.

3 – Reconheça as qualidades do seu chefe

Romaly explica que uma boa maneira de dispersar a tensão é reconhecer abertamente alguns traços positivos do chefe, ressaltar o trabalho dele, mas sem inventar. “Todo chefe tem um ego um pouco inflado e você pode, de forma apropriada, elogiar aquilo que ele faz bem”, afirma a professora. E ela completa: “Mas o elogio só tem valor com a correspondência verídica. Ninguém gosta de um puxa-saco”.

4 – Melhore

O último passo é o mais simples de dizer, mas talvez o mais difícil de ser cumprido. Ele consiste em fazer tudo aquilo que você prometeu na conversa. “Depois do encontro com seu chefe, você precisa demonstrar que pode realizar seu trabalho e não repetir o erro que queimou seu filme”, conta Romaly.
Discussões e constrangimentos são comuns no ambiente de trabalho, mas também são absolutamente superáveis. O importante é não levar o que está no ambiente profissional para o lado pessoal e não cometer mesmos erros.

A vida é assim mesmo, são anos para construir uma boa imagem na empresa, uma boa sequência de resultados positivos, aí um descuido e tudo, como num passe de mágica, vai por água a baixo. Mas nem tudo está perdido, e viver se lamentando pelos cantos não resolve. Depois de compreendido bem os próprios erros, deve-se virar a página o mais rapidamente e correr para a recuperação da imagem. Ninguém disse que seria fácil, mas posso dizer com certeza: não é impossível.

As dicas em destaque acima são de artigo da Exame.

Artigos que também podem lhe interessar:

Related Posts with Thumbnails

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *